Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Deputado Professor Júnior Geo comemora pagamento de professores e reforça a necessidade do concurso

O concursado tem direitos, incentivos, entra no trabalho pela oportunidade do mérito, do legal e da justiça para com todos” – argumentou Geo.

Publicado

em

Após cobrar diariamente o pagamento de professores e servidores que estavam trabalhando para o Governo do Tocantins sem receber os seus salários, o deputado estadual Professor Júnior Geo comemorou o pagamento do salário do mês de maio, feito pelo Estado, na última sexta-feira, 18. “Fico feliz que os professores tenham recebido. Alguns esperavam há quase três meses. Nossa luta agora é contar com o apoio do Ministério Público e de toda a sociedade organizada para que o Estado realize concurso público urgente” – destacou o professor.

Concurso

De acordo com o deputado Júnior Geo, esse pagamento de salário aos 9.517 professores contratados comprova por sí só, a necessidade urgente de realização de concurso. “Os tocantinenses estão aguardando esse concurso há mais de 10 anos. O concursado tem direitos, incentivos, entra no trabalho pela oportunidade do mérito, do legal e da justiça para com todos” – argumentou Geo.

Prejuízo Igeprev

O deputado Professor Júnior Geo lembrou ainda que a falta do concurso reflete em prejuízos ao IGEPREV – o Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins. “Quem não é concursado, recolhe contribuição junto ao INSS, deixando de recolher junto ao IGEPREV, como aconteceu com esses 9.517 professores e todos os demais contratos precários” – explicou o professor, se mostrando preocupado porque, isso enfraquece o instituto tocantinense.

A luta

O deputado Professor Júnior Geo cobrou incessantemente durante as sessões ordinárias na Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto) uma solução por parte do Estado para a concretização do pagamento dos funcionários.

“As dificuldades e privações desses servidores foram grandes e não podemos admitir trabalhador sem salário. Vamos continuar lutando para que a situação também seja solucionada com os servidores da Saúde e de outras secretarias”, pontua.

Pagou

Segundo o Estado, a folha de pagamento foi executada no valor de R$ 30.098.345,91. Ao todo, 9.517 trabalhadores receberam os salários referentes ao mês de maio, data de início do calendário letivo de 2021.

 

PUBLICIDADE