Conecte-se conosco

Política

Deputados questionam secretário de Saúde sobre enfrentamento à pandemia

Edgar Tollini falou sobre o aumento do número de leitos e da boa gestão dos espaços de saúde

Publicado

em

A prestação de contas da Secretaria de Estado da Saúde relativa ao terceiro quadrimestre de 2020 foi motivo de uma audiência pública realizada na manhã desta quinta-feira, 29, na reunião da Comissão de Finanças, Tributação, Fiscalização e Controle.

Passada a fase inicial da exposição dos números, porém, as perguntas de deputados e representantes de outras entidades dirigiram a audiência para as preocupações sobre o combate à pandemia da covid-19.

Em resposta, o secretário Edgar Tollini esclareceu que 10,65% da população no Estado foi vacinada até o presente momento, número que sobe para mais de 90% dos grupos prioritários em municípios como Dueré e Talismã.

Sobre as investigações da CPI do Senado Federal   quanto a repasses federais para os Estados, Tollini considerou o Tocantins um alvo pouco provável. De acordo com ele, entre as linhas de investigação como compra de ventiladores, testes rápidos, hospitais de campanha ou cilindros de oxigênio, o Estado apenas apresentou problemas pontuais em Porto Nacional e Tocantinópolis.

“O Tocantins não entrou no radar da crise do oxigênio. Aqui também não se fechou nenhum leito. Só se aumentou”, afirmou o secretário.

O gestor também distribuiu queixas. Alegou dificuldades de encontrar os indígenas, ainda que quatro mil e trezentos deles tenham recebido a primeira dose, e três mil, a segunda.

Atribuiu às empresas contratadas, sem citar quais, falhas no fornecimento. Responsabilizou prefeitos pela suposta demora para buscar as vacinas já recebidas do Ministério da Saúde. “Alguns municípios não buscaram [as vacinas] por duas semanas”, disse Tollini, sem mencionar quais.

Sobrou também para as autoridades federais. “No Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), chamei a atenção de que faltariam kits de intubação. Em setembro [do ano passado], a Pfizer [farmacêutica produtora de uma das vacinas] ofereceu vacinas ao governo federal”, declarou Tollini, que comentou não ter entendido a falta de sequência dessas ações.

Em declarações à imprensa, o então ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, alegara a resistência a “cláusulas draconianas” de contrato oferecidas por multinacionais do setor, entre elas o veto à responsabilização judicial por efeitos colaterais das vacinas.

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo7 horas atrás

Alexandre de Moraes revoga prisão do jornalista Oswaldo Eustáquio

Ministro afirma que detenção foi para evitar “agressões e ameaças contra a democracia” no 7 de setembro.

Brasil/Mundo8 horas atrás

Universidade holandesa está com inscrições abertas para cursos on-line gratuitos

Formações já estão disponíveis no site da instituição

Brasil/Mundo16 horas atrás

5 perguntas respondidas sobre a terceira dose das vacinas de Covid-19

A terceira dose já começou a ser aplicada no Brasil, idosos são os primeiros a receberem o reforço vacinal

Brasil/Mundo1 dia atrás

Workshop sobre meio ambiente e astronomia recebe inscrições até 22/09

GLOBE Brasil 2021 é realizado pela Agência Espacial Brasileira (AEB); confira como participar

Brasil/Mundo1 dia atrás

Ministério Zoe retorna aos lançamentos com a canção “Se dê mais uma chance”

A faixa chega nas plataformas nesta quarta-feira (22) em todas as plataformas digitais

Brasil/Mundo2 dias atrás

Caixa Econômica anuncia redução de juros para Crédito Imobiliário Poupança Caixa

Banco alcançou a marca de R$ 300 bilhões contratados na atual gestão e segue como o maior financiador da casa...

Brasil/Mundo2 dias atrás

“Big Mouth”: Grupo pró-família denuncia desenho da Netflix por abuso sexual infantil

Grupo pede que autoridades investiguem se o programa viola as leis contra pornografia infantil

Brasil/Mundo2 dias atrás

MG terá investimento de R$ 5,2 bilhões em projetos de energia solar e híbrida

Companhia alemã investirá o valor na construção de três usinas de energia limpa, sendo duas solares e uma de fonte...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Hábitos que surgiram na pandemia e podem gerar sofrimentos psíquicos como ansiedade e depressão

Psicóloga e professora da UniAvan dá dicas para identificar quando um hábito se torna uma síndrome, como tratar e como...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes