Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Doadores de sangue estão isentos da taxa de inscrição em concursos

Avatar

Publicado

em

Os doadores de sangue que moram em Franca estão isentos do pagamento de taxas de inscrição de concursos públicos realizados pela Prefeitura, Câmara, Emdef, Feac, Uni-Facef e Faculdade de Direito. O benefício é resultado de julgamento do STF (Supremo Tribunal Federal) que validou lei aprovada pelos vereadores e que havia sido vetada pelo prefeito Alexandre Ferreira (PSDB). A decisão deverá refletir na aprovação de propostas semelhantes nos legislativos de todo o País.
 
O tema é polêmico. A concessão de benefícios, diretos ou indiretos, ao doador pode ser considerada como remuneração e contraria recomendação técnica do Ministério da Saúde. A doação, no entendimento do órgão, deve ser voluntária e altruísta. A própria Comissão de Justiça e Redação da Câmara havia se posicionado contra a legalidade do projeto por entender que ia contra o previsto pela Constituição Federal. O artigo 199 proíbe todo tido de comercialização, bem como a coleta, processamento e transfusão de sangue e seus derivados.
 
288x0_20151126022153_63795533
O vereador Josivaldo Bahia (PTB) comemorou a decisão do Supremo Tribunal Federal, disse que o projeto é de longo alcance social
 
Mesmo diante das adversidades, o projeto foi apresentado por Josivaldo Bahia (PTB) e aprovado por unanimidade na sessão do dia 14 de outubro de 2014. Imaginando qual seria o posicionamento do prefeito, o vereador ameaçou: “Se não sancionar, vai caçar briga comigo”.
 
Alexandre Ferreira, de fato, vetou a lei alegando vício de iniciativa. Só o Executivo poderia propor lei semelhante, argumentou. O veto foi derrubado pela Câmara e a lei foi promulgada pelo presidente Marco Garcia (PPS) no dia 12 de fevereiro deste ano.
 
Alexandre decidiu ingressar com uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) no Tribunal de Justiça, que deferiu o pedido e suspendeu os efeitos da lei. A Câmara, por meio das procuradoras Maria Fernanda Bordini Novato e Taysa Mara Thomazini do Nascimento, recorreu ao STF.
 
Na terça-feira, mesmo dia em que os vereadores derrubaram o veto que o prefeito havia proposto ao projeto de mais segurança nas agências bancárias, a mais alta Corte de Justiça do país decidiu que, ao dar pela inconstitucionalidade do projeto de Josivaldo Bahia, o TJ deixou de observar disposições constitucionais e entendimentos já consolidados pelo Supremo no que tange a possibilidade do Poder Legislativo versar sobre a respectiva matéria. “O STF acatou nossas argumentações e entendeu que, de nenhuma forma, resta vício de iniciativa por parte da Câmara. É entendimento consolidado que o artigo 60 da Constituição Federal apresenta rol taxativo e nele não se verifica a competência exclusiva do Executivo a possibilidade de exarar normas de isenções referentes ao ingresso em cargos públicos”, disse a advogada Maria Fernanda.
 
Josivaldo Bahia comemorou a decisão do STF. O vereador disse que o projeto é de longo alcance social, não traz prejuízo e vai beneficiar muitas pessoas que não podem pagar a taxa de inscrição. A lei entrou em vigor com um dia de atraso. Na segunda-feira, terminou o prazo para participar do próximo concurso público da Prefeitura.

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo14 horas atrás

Juiz cita ‘discriminação religiosa’ e nega pedido para afastar secretário responsável por Lei Rouanet

“É um claro ato de discriminação religiosa, como bem ressaltou o juiz Itagiba Catta Preta”, afirmou.

Brasil/Mundo14 horas atrás

Ex-secretário de Comunicação é acusado de mentir na CPI da Pandemia

Renan Calheiros chegou a pedir a prisão em flagrante de Wajngarten, que falava na condição de testemunha

Brasil/Mundo14 horas atrás

Prouni: estudantes têm até hoje (13) para entregar documentos e não perder a vaga

Documentação precisa ser apresentada à instituição de ensino a qual o candidato pretende estudar

Brasil/Mundo1 dia atrás

Presidente de Convenção dispara criticas contra pastor por ordenar mulheres ao pastorado

A igreja criticada por JD Greear é a igreja fundada pelo pastor Rick e Kay Warren

Brasil/Mundo2 dias atrás

Líderes negros denunciam racismo sistêmico na principal clínica de aborto dos EUA

Democratas e republicanos assinam o documento que mostra que mais negros são mortos pelo aborto, mesmo sendo minoria no país

Brasil/Mundo2 dias atrás

Hamas ataca Israel com mais de 1.000 foguetes e cria caos em várias cidades

Conflitos geraram várias mortes de israelenses e de palestinos e aumentam a tensão entre os países do Oriente Médio

Brasil/Mundo2 dias atrás

Em Curitiba, Marcha para Jesus acontecerá no próximo sábado (15) em formato de carreata

O grupo entregou ao prefeito a camiseta da marcha que neste ano tem como tema o versículo bíblico “Agora, pois,...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Sugestão Legislativa quer tornar crime ensino da ideologia de gênero nas escolas

Senadores devem discutir se a sugestão é constitucional

Brasil/Mundo3 dias atrás

Hamas lança foguetes contra Israel que revida

País respondeu com ataques aéreos em Gaza e há pelo menos 20 mortos entre os palestinos,

Brasil/Mundo3 dias atrás

Pastor diz que “igreja brasileira deixou de ser preparada para a perseguição”

Para o pastor Geremias Coutro, é necessário que a igreja volte a tratar do assunto com a máxima urgência.

Publicidade