Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Política

Eli Borges vota contra a liberação de candidatos “ficha suja” e explica seus motivos; Assista aqui

Apesar do voto contrário do deputado Eli Borges, o texto foi aprovado na Câmara e seguiu para avaliação no Senado Federal

Publicado

em

O deputado federal Eli Borges (SD-TO) se posicionou contra o PLP 9/2021, texto que torna elegível o administrador público que teve contas rejeitadas por irregularidade grave, considerada dolosa (quando há a intenção), mas que recebeu apenas a pena de multa.

Na visão do parlamentar tocantinense, aprovar tal lei é o mesmo que premiar quem comete infrações já determinadas pela lei brasileira.

“Votei contra o PLP 9/2021 porque compreendo que facilitar a vida daqueles que cometem algum delito para busca de futuros mandatos também é facilitar e deixar mais tranquilo – como um prêmio ou incentivo – para que pessoas não observem normas como prestação de contas, práticas de ato de gestão ilegal e danos ao erário”, explicou.

Na tribuna da Câmara, Eli Borges reforçou que o texto não concorda em permitir que o cidadão que foi julgado por prestação de contas irregulares, por exemplo, seja condenado apenas a pagamento de multa sem que a questão do dolo seja questionada.

Hoje, a Lei das Inelegibilidades impede a candidatura de quem teve as contas definitivamente rejeitadas por irregularidade insanável em ato considerado doloso (como desvio de recursos públicos). Em situações assim, a pessoa torna-se inelegível por oito anos.

O texto é de autoria do deputado Lucio Mosquini (MDB-RO) e visa permitir que pessoas que tiveram suas contas rejeitas sejam autorizados a concorrer cargos políticos.

Apesar do voto contrário do deputado Eli Borges, o texto foi aprovado na Câmara e seguiu para avaliação no Senado Federal.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo9 horas atrás

Governo de Rondônia proíbe ‘linguagem neutra’ nas escolas

Os professores e instituições poderão ser punidos se não obedecerem

Brasil/Mundo13 horas atrás

Moraes determina prisão preventiva e extradição de Allan dos Santos

Blogueiro bolsonarista é alvo do inquérito que apura a divulgação de notícias falsas

Brasil/Mundo15 horas atrás

Covid-19: 20 milhões de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada

Índice de pessoas completamente vacinadas contra a doença já teria passado dos 80% do público-alvo, caso não houvesse atraso na...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo2 dias atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo3 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo3 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Brasil/Mundo4 dias atrás

Por reclamarem de banheiro coletivo unissex, Joana Prado e Vitor Belford perdem patronício

A empresa foi pressionada por internautas para romper contrato com o casal; usuários da rede alegam de "transfobia"

Publicidade