Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Estudo revela 3 mil ataques a igrejas e símbolos cristãos na Europa em 2019

Publicado

em

Caixões com corpos de cristãos mortos pela intolerância religiosa no continente africano. Foto: Reprodução

Um estudo divulgado pela Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) revela que em 2019 ocorreram cerca de 3 mil ataques contra igrejas, escolas e símbolos cristãos na Europa, entre incêndios criminosos, profanação de lugares de culto, saques, roubo e vandalismo.

A pesquisa foi realizada por Gatestone Institute, centro de estudos e conselho de política internacional e aponta que os ataques foram particularmente significativos na França e na Alemanha, mas também foram “comuns” em países como a Bélgica, Grã-Bretanha, Dinamarca, Irlanda, Itália e Espanha.

+ Tiroteio em igreja nos EUA deixa dois mortos e um ferido

Para a realização deste estudo, o instituto analisou inúmeras notícias e reportagens divulgadas durante o ano passado na imprensa europeia, assim como registros policiais e publicações nas redes sociais.

O resultado indica que “aproximadamente 3 mil igrejas, escolas, cemitérios e monumentos cristãos foram vandalizados, queimados, saqueados ou desfigurados na Europa durante 2019 – mais de cinco por dia, um ano recorde para a hostilidade anticristã no continente”.

Conforme assinala ACN, estes dados confirmam uma tendência registrada ao longo dos últimos tempos e que tem sido avaliada por diversas entidades. Uma delas, o Observatório da Intolerância e Discriminação contra os Cristãos, denunciou, em junho do ano passado, que no espaço de apenas 60 dias, entre o início do mês de abril e o início desse mês de junho, foram registrados 30 incidentes em igrejas apenas na Alemanha.

Esses incidentes, assaltos, roubos e incêndios intencionais traduziam, segundo o Observatório, “falta de respeito” pelos lugares de culto naquele país.

Do mesmo modo, a França surge como um dos países onde têm ocorrido mais incidentes contra Igrejas e símbolos cristãos. Em abril de 2019, a Fundação ACN informou sobre relatórios dos serviços de segurança que evidenciavam um aumento do número de ataques ao longo dos últimos três anos.

De 2016 a 2018, segundo um relatório do Serviço Central e Inteligência Criminal, citado pelo jornal ‘Le Figaro’, “houve milhares de casos de vandalismo nas igrejas”, com 1063 ocorrências registradas em um dos anos, o que dava, nesse caso, uma média de quase três casos por dia.

Estes dados foram divulgados após doze igrejas francesas terem sido saqueadas, profanadas e alvo de atos de vandalismo no espaço de apenas sete dias, durante a segunda semana de março de 2019. Um desses templos, o de Saint-Sulpice, foi mesmo incendiado logo após a celebração Eucarística do meio-dia.

Entretanto, no final de 2019, o Observatório da Intolerância e Discriminação contra os Cristãos publicou um relatório sobre o ano de 2018 em que documenta “um aumento no número de igrejas, símbolos cristãos e cemitérios em toda a Europa sendo vandalizados, profanados e queimados, em comparação com os anos anteriores”.

Divulgado em 16 de novembro, Dia Internacional da Tolerância, data instituída pelas Nações Unidas, este relatório assinala diversos sinais de intolerância para com a comunidade cristã na Europa e que se estendem para lá dos ataques ou incidentes em Igrejas.

Segundo a diretora executiva do Observatório, Ellen Fantini, “os cristãos são ‘pressionados’ de muitas maneiras diferentes na Europa: desde interferência nas liberdades de consciência, expressão e associação, até negação de acesso à justiça e serviços jurídicos”.

Aponta ainda diversas situações em que isso se verifica, como a violação dos “direitos dos pais cristãos de criar seus filhos em conformidade com a sua fé”. “Os símbolos religiosos cristãos são removidos da praça pública, os cristãos são submetidos a estereótipos negativos nos meios de comunicação social e os grupos cristãos são excluídos dos campus universitários”, completou.

(Com ACI Digital)

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo1 dia atrás

Motivação de estudantes aumentou com retorno das aulas presenciais, diz pesquisa

Na opinião de pais, 87% dos filhos que frequentam as aulas presenciais se sentem mais animados

Brasil/Mundo2 dias atrás

Governo de Rondônia proíbe ‘linguagem neutra’ nas escolas

Os professores e instituições poderão ser punidos se não obedecerem

Brasil/Mundo2 dias atrás

Moraes determina prisão preventiva e extradição de Allan dos Santos

Blogueiro bolsonarista é alvo do inquérito que apura a divulgação de notícias falsas

Brasil/Mundo2 dias atrás

Covid-19: 20 milhões de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada

Índice de pessoas completamente vacinadas contra a doença já teria passado dos 80% do público-alvo, caso não houvesse atraso na...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo4 dias atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo4 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo5 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Publicidade