Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Gangue criminosa ligada à magia negra espalha terror na Nigéria

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

 

A gangue Badoo tem espalhado terror em Owode Onirin, a alguns quilômetros de Lagos, capital econômica da Nigéria, matando cristãos em igrejas, estimulados por drogas e superstições de magia negra. Na semana passada o grupo invadiu a Igreja de Cristal de Deus assassinando quatro fiéis que estavam rezando.

Desde junho o grupo já matou 30 pessoas nos subúrbios da cidade que passa a viver acovardada com a nova onda de violência.

A Nigéria é dividida em duas partes, o Norte do país de maioria muçulmana que nos últimos anos tem sido devastada pelos radicais do Boko Haram. A parte Sul tem maioria cristã e agora começa a se preocupar com o crescimento dessa gangue.

A violência como o Badoo ataca tem gerado pânico. “Provavelmente escalaram o muro e hipnotizaram as vítimas antes de passar à ação”, declarou Israel Ojobaro, engenheiro vizinho da igreja em entrevista à AFP.

Ao visitar o local, os jornalistas da agência viram as roubas ensanguentadas, tambores, bíblias e livros de oração que foram deixados no local. “Duas mulheres, duas crianças, incluindo um bebê de nove meses, tiveram a cabeça esmagada com uma pedra pontiaguda”, declarou o engenheiro.

Ao sair da igreja Cristal de Deus, a gangue se dirigiu a outro templo que ficava na mesma rua, roubando o dinheiro e telefones celulares dos fiéis. “Devem ter utilizado poderes (mágicos), porque ninguém os viu entrar na igreja. Quando os fiéis acordaram, seus telefones e dinheiro tinham desaparecido”, declarou o pastor Taiwo Adesanya.

 

População tenta encontrar suspeitos

Igreja de Cristal de Deus, onde quatro pessoas foram mortas por uma gangue na região de Lagos| Foto: AFP

Assustados, os habitantes de Owode Onirin não confiam na polícia e tentam, por conta própria, encontrar os suspeitos fazendo vigílias pelas ruas da cidade entre as 22h e 6h. Qualquer pessoa suspeita é morta, o que já resultou com o assassinato de dez suspeitos.

A AFP declara que o primeiro ataque do grupo aconteceu no ano passado quando uma professora foi estuprada e assassinada em Ibeshe, a 10 km de Lagos. Esmagaram o crânio d aprovessora com uma pedra e escreveram “Badoo” na parede.

Vários crimes aconteceram depois e todos de forma semelhante. Alguns moradores da região acreditam que os criminosos possuem poderes mágicos por aparecerem e desaparecerem misteriosamente quando cometem crime. Eles ainda dessagram as vítimas para derramar o sangue dentro de uma abóbora e mergulhar um lenço branco nela.

“Há rumores de que Badoo vende o lenço embebido em sangue aos bruxos que o usam para infundir poder e prosperidade” em seus clientes, revelou Babatunde Ogunyemi, um líder tradicional de Ibeshe.

As autoridades das cidades próximas já estão avisadas e buscam encontrar e deter integrantes desse e de outros grupos que possam surgir.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo15 horas atrás

Lei do Superendividamento favorece negociação e cobrança humanizada

Início das multas no contexto da Lei Geral de Proteção de Dados também deve frear a oferta de crédito a...

Brasil/Mundo16 horas atrás

Brasil ultrapassa marca de 60% da população vacinada com primeira dose contra Covid-19

São mais de 96 milhões de pessoas, das 160 milhões com mais de 18 anos, que receberam a primeira dose...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Olimpíadas de Tóquio têm medalhas feitas por designer japonês

Junichi Kawanishi foi o vencedor de um concurso com 400 participantes

Brasil/Mundo3 dias atrás

Entidades e mais de 50 juristas assinam carta em defesa da indicação de André Mendonça ao STF

Texto mostra que um jurista evangélico também pode assumir uma cadeira na Suprema Corte

Brasil/Mundo3 dias atrás

Número de mortes registradas por dependência alcoólica aumentou em 2020

Dados do Ministério da Saúde revelam que houve aumento em 18,4% dos registros de mortes comparado ao ano de 2019

Brasil/Mundo3 dias atrás

Argentina permite o gênero X em carteiras de identidade e passaportes

Medida visa incluir pessoas não binárias, isso é, que não se identificam como homens e nem como mulheres

Brasil/Mundo6 dias atrás

Israel fará testes com vacina em pílulas contra Covid-19

A vacina Oravax é projetada para atingir três proteínas estruturais do vírus, em vez da proteína de pico único direcionada...

Brasil/Mundo6 dias atrás

Por não reconhecer Israel como país, judoca da Argélia se nega a lutar contra israelense

Para os islâmicos, enfrentar um atleta israelense é reconhecer o país e muitos se negam a fazê-lo

Brasil/Mundo6 dias atrás

Roberto Jefferson dispara contra embaixador da China no Brasil: “Pilantra que articula contra o governo”

No Twitter, Jefferson chamou o diplomata de “vagabundo que a China mandou para o Brasil”

finanças finanças
Brasil/Mundo6 dias atrás

62,5 milhões de brasileiros estão inadimplentes, aponta estudo da Serasa

Serasa realiza a ação "Limpa Nome" que permite negociar dívidas com até 99% de desconto