Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Governo incentiva adoção tardia e de crianças com deficiência e doenças raras

Uma cartilha sobre o assunto foi desenvolvida pelo Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Publicado

em

Nesta terça-feira (25), em razão pelo Dia Nacional da Adoção, o Governo Federal lançou uma cartilha para incentivar a adoção de crianças mais velhas, de adolescentes e daqueles com alguma deficiência, doença rara ou crônica.

A cartilha Adote um Amor foi elaborada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), pasta liderada pela ministra Damares Alves, que fez uma fala sobre a importância da adoção.

“A adoção de crianças e adolescentes e de jovens, porque não falar de jovens, precisa ser cada vez mais incentivada no Brasil. E a adoção de crianças com deficiências e doenças raras. Trazer essa discussão é mais que necessário, é mais que urgente.”

Segundo a Pasta, há 4.963 crianças aptas à adoção no país e 32.863 pretendentes habilitados, de acordo com dados do Sistema Nacional de Adoção, do Conselho Nacional de Justiça. Segundo a Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do MMFDH, aproximadamente 25% das crianças que estão na fila de adoção têm deficiência ou algum tipo de doença rara.

A secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Priscila Gaspar, afirmou que a adoção de crianças e adolescentes com deficiência é um tema pouco discutido pela sociedade e rodeado de preconceito. “Ter uma família é algo natural e é próprio de todo ser humano e deve ser a realidade de todas as crianças com deficiência ou com doenças raras. É essencial que possamos compreender, desmistificar e vencer o preconceito, o medo diante da adoção das pessoas com deficiência.”

A Cartilha
A publicação traz as explicações básicas sobre quem pode adotar e como se dá o processo. A seguir, detalha o que é a adoção tardia e especificidades desse tipo de acolhimento, como a necessidade de adaptação e a importância de desenvolver vínculos de confiança. Sugere também documentários sobre o tema.

Em relação à adoção de crianças e adolescentes com deficiência ou doenças crônicas e raras, a cartilha Adote um Amor tem orientações sobre a legislação relacionada às pessoas com deficiência e doenças raras, como buscar assistência à saúde, escola e transporte para esses casos. E também sugere a leitura de exemplos de casos de adoção.

A publicação também apresenta dados que mostram que, atualmente, 55,6% dos pretendentes habilitados afirmam aceitar adotar crianças com alguma deficiência ou doença. No entanto, apenas 5,36% deles aceitariam adotar uma criança com HIV, 4,1% concordariam com a adoção de criança com deficiência física, e somente 2,5% se habilitaram para receber uma criança com deficiência física e intelectual.

Foto de Kamaji Ogino no Pexels

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo1 dia atrás

Hábitos que surgiram na pandemia e podem gerar sofrimentos psíquicos como ansiedade e depressão

Psicóloga e professora da UniAvan dá dicas para identificar quando um hábito se torna uma síndrome, como tratar e como...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes

Brasil/Mundo2 dias atrás

Ministério da Saúde suspende vacinação contra Covid-19 em adolescentes sem comorbidades

Jovens de 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose NÃO devem tomar a segunda dose

Brasil/Mundo2 dias atrás

Governo Federal propõe programa habitacional mais barato e mudanças no Casa Verde Amarela

Os usuários contemplados poderão ter descontos acima de R$ 30 mil no valor final do imóvel

Brasil/Mundo3 dias atrás

Com mais de 400 mil fiéis no Brasil, Convenção CEADDIF se reúne para falar de discipulado

São mais de 4 mil pastores e pastoras, atuando em cerca de 200 ministérios

Brasil/Mundo3 dias atrás

Somos Futuro seleciona estudantes para bolsas integrais no ensino médio

Para participar do processo é preciso estar no 9º ano do Ensino Fundamental II em escola pública

Brasil/Mundo3 dias atrás

Habite Seguro: Bolsonaro lança programa habitacional para profissionais da segurança pública

Programa é para profissionais que ainda não possuem um imóvel com renda mensal de até R$ 7 mil

Brasil/Mundo4 dias atrás

Bolsonaro sanciona lei e 25 milhões de brasileiros terão conta de luz mais barata

A sanção presidencial visa simplificar a inscrição no programa Tarifa Social para que potenciais beneficiários sejam incluídos automaticamente

Brasil/Mundo4 dias atrás

Caetano Veloso perde ação judicial contra Marco Feliciano que o chamou de pedófilo

O juiz entendeu que o deputado federal exerceu o legítimo direito de liberdade de criticar

Brasil/Mundo5 dias atrás

Jornalista espanhol diz que Neymar tem contrato com o PSG para não falar de religião

O contrato oferece 6,5 milhões de euros para o jogador caso ele fique longe de polêmicas políticas e religiosas