Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Igreja orienta pais na prevenção da depressão infantil

Publicado

em

Rede familiar promove encontro de pais para debater e apresentar caminhos de como os pais podem prevenir a depressão infantil (Foto: Divulgação)

Talvez você não imagine que possa ser tão precoce. Mas a partir do quarto mês de gestação, a criança é capaz de absorver sentimentos de rejeição e abandono, os quais podem contribuir para o desenvolvimento de um quadro depressivo. Isso acontece, por exemplo, em casos em que a mãe tem depressão pós-parto. Diante de uma situação tão delicada, para auxiliar os pais na prevenção da depressão infantil, o Clube de Aventureiros realizou no dia 9 de fevereiro um encontro de sua Rede Familiar, em Teresina, Piauí.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que a depressão afeta 322 milhões de pessoas no mundo. A ocorrência do transtorno em crianças de 6 a 12 anos cresceu de 4,5% para 8% na última década. Em seu nível mais severo, a depressão pode levar a pessoa a cometer suicídio, e é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos.

Mas o que leva uma criança a ter depressão?

São múltiplos os fatores que acarretam o transtorno, como herança genética, a existência de traumas provocados por perdas, abusos na infância, entre outros. Mas de acordo com o psicanalista Sulênio Vale Júnior, a principal causa da depressão infantil é ausência de afeto do pai e da mãe.

“A criança vai passar por um processo distímico, ou seja, uma depressão leve, que se apresenta através de um choro suave, uma perda de alimento. E esse quadro pode se agravar até o momento em que a criança não vai mais querer sair de casa ou ir para a escola. Se essa depressão não for tratada como deveria ser, a criança vai apresentar os sintomas que um adulto com depressão tem”, explica.

Embora os sintomas de depressão na criança e no adulto sejam parecidos, a maneira como a criança expressa suas emoções é bem particular. Isto acontece porque a sua habilidade de comunicação ainda está em desenvolvimento.

“Quando uma criança é acometida com a depressão, especialmente quando é muito nova, ela pode não saber explicar como é a tristeza que ela está sentindo. Por essa razão, os pais e professores devem ficar atentos às mudanças de comportamento que a criança apresenta”, afirma a psicóloga Juliana Sousa.

Maus hábitos da vida moderna aumentam a distância entre pais e filhos

Uma pesquisa realizada pela AVG Thecnologies em 2015 revelou que 87% das crianças brasileiras acreditam que seus pais passam muito tempo conectados a seus celulares e tablets. Juliana Sousa alerta para o perigo que essa ausência – ainda que os pais estejam dentro de casa – pode provocar.

“Pais que passam muito tempo no celular, nas redes sociais, passam menos tempo com os filhos. Se eu passo menos tempo com a criança com a qual convivo, eu não consigo observar uma mudança em seu comportamento. Eu não conheço como ela é dentro de seu padrão normal”, afirma.

É preciso buscar apoio no lugar certo

O acompanhamento profissional é muito importante. Por essa razão, Sulênio Júnior orienta que os pais não se apoiem exclusivamente em informações encontradas na internet. “Recomendo que os pais procurem bons profissionais. E que façam isso a partir da indicação de outros pacientes que tenham sido acompanhados por eles. Busquem informações a respeito do seu trabalho, conversem com o profissional primeiro. Só depois levem seus filhos ao atendimento”, explica.

O psicanalista destaca ainda que grupos de apoio como a Rede Familiar dos Aventureiros, coordenada pela Igreja Adventista, são importantes parceiros no acompanhamento da criança. “Vejo a Igreja como um fundamento básico nesse processo, porque ela ajuda a sedimentar limites e valores ativos que levam ao respeito familiar e ao respeito pelo outro”, conclui.

(Com Adventistas)

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo12 horas atrás

Workshop sobre meio ambiente e astronomia recebe inscrições até 22/09

GLOBE Brasil 2021 é realizado pela Agência Espacial Brasileira (AEB); confira como participar

Brasil/Mundo14 horas atrás

Ministério Zoe retorna aos lançamentos com a canção “Se dê mais uma chance”

A faixa chega nas plataformas nesta quarta-feira (22) em todas as plataformas digitais

Brasil/Mundo20 horas atrás

Caixa Econômica anuncia redução de juros para Crédito Imobiliário Poupança Caixa

Banco alcançou a marca de R$ 300 bilhões contratados na atual gestão e segue como o maior financiador da casa...

Brasil/Mundo21 horas atrás

“Big Mouth”: Grupo pró-família denuncia desenho da Netflix por abuso sexual infantil

Grupo pede que autoridades investiguem se o programa viola as leis contra pornografia infantil

Brasil/Mundo22 horas atrás

MG terá investimento de R$ 5,2 bilhões em projetos de energia solar e híbrida

Companhia alemã investirá o valor na construção de três usinas de energia limpa, sendo duas solares e uma de fonte...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Hábitos que surgiram na pandemia e podem gerar sofrimentos psíquicos como ansiedade e depressão

Psicóloga e professora da UniAvan dá dicas para identificar quando um hábito se torna uma síndrome, como tratar e como...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes

Brasil/Mundo5 dias atrás

Ministério da Saúde suspende vacinação contra Covid-19 em adolescentes sem comorbidades

Jovens de 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose NÃO devem tomar a segunda dose

Brasil/Mundo5 dias atrás

Governo Federal propõe programa habitacional mais barato e mudanças no Casa Verde Amarela

Os usuários contemplados poderão ter descontos acima de R$ 30 mil no valor final do imóvel

Brasil/Mundo6 dias atrás

Com mais de 400 mil fiéis no Brasil, Convenção CEADDIF se reúne para falar de discipulado

São mais de 4 mil pastores e pastoras, atuando em cerca de 200 ministérios