Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Igrejas são liberadas após pastores ameaçarem protesto na porta da prefeitura em SC

Publicado

em

Grupo de risco está proibido de ir às igrejas

O pastor Gilberto William, um dos diretores do conselho de Ministros Cristãos de Navegantes (COMNAV), em Santa Catarina, e outros líderes religiosos ameaçaram fazer uma manifestação na tarde de ontem, em frente da prefeitura da cidade, para reivindicar a abertura das igrejas. O prefeito Emilio Vieira (PSDB) cedeu à pressão e liberou a abertura das igrejas e templos na cidade.

Os pastores queriam explicações da prefeitura sobre a medida de manter as igrejas fechadas no município, mesmo após a liberação do governo do estado. “Vamos reivindicar a norma estabelecida pelo estado quanto ao funcionamento das igrejas”, avisou o pastor Gilberto.

As atividades religiosas em igrejas, templos, centros espíritas e outros espaços religiosos foram liberadas na terça-feira pela portaria 254 da secretaria de Estado da Saúde. A portaria estadual definiu que as igrejas só poderiam abrir com 30% da ocupação e com distância de 1,5 metro entre as cadeiras.

+ Pastores fazem ato pedindo reabertura das igrejas

Só que o Comitê de Crise de Combate de Navegantes definiu que não ia liberar os encontros na cidade por achar precipitada a liberação. A justificativa foi o aumento no número de doentes (19 infectados) e o fato de boa parte do público que frequenta templos e igrejas ser formado por idosos, que fazem justamente parte do grupo de risco.

Conversou e conseguiu

Ao saber da ameaça de protesto dos pastores, o prefeito chamou os religiosos para conversar. O protestou não chegou a acontecer e o prefeito, que não faz parte do Comitê de crise, pediu para a  coordenadora do grupo, a secretária de Saúde, Claudete Hermógenes, que reavaliasse a decisão.

O comitê cedeu e liberou a abertura das igrejas. Além das normas sanitárias exigidas pelo governo do estado, o comitê de Navegantes proibiu que pessoas com mais de 60 anos, com doenças crônicas e gestantes participem de cultos ou missas.

(Com Diarinho)

AGROTINS 2021

Últimas notícias

Brasil/Mundo9 horas atrás

Bolsonaro diz que vai vetar ‘passaporte sanitário’ para vacinados contra a Covid

Texto foi aprovado no Senado e seguirá para a Câmara dos Deputados

Brasil/Mundo2 dias atrás

Levantadora de pesos diz que a presença de atletas trans tornará o jogo olímpico “injusto”

Laurel Hubbard já competia nos campeonatos masculinos até que em 2013 se tornou mulher trans

Brasil/Mundo2 dias atrás

PM de Alagoas exonera subcomandante que defende Bolsonaro e ataca opositores nas redes sociais

Um dia após a exoneração, o militar publicou uma foto no Facebook e escreveu: "Entre o louco e o corrupto,...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Benjamin Netanyahu deixa o cargo de primeiro-ministro de Israel

Novo premiê foi eleito pelo parlamento israelense após acordos políticos

Brasil/Mundo2 dias atrás

Biden hasteia a bandeira LGBT na embaixada dos EUA no Vaticano e é criticado

Entre os críticos está o pastor Franklin Graham que entendeu a decisão como um desrespeito ao simbolismo religioso do Vaticano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Mandato de Benjamin Netanyahu chega ao fim em Israel

É a primeira vez que o partido árabe Ra’am fará parte oficialmente do governo, que terá apoio de uma coalização...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Doria cumpre o que prometeu e multa Bolsonaro por andar sem máscara em ‘motociata’

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também foram multados

Brasil/Mundo5 dias atrás

Vídeo: Pastor Wellington Júnior recebe forte profecia de que irá enfrentar muitos levantes

"Agora esse é o momento meu filho, em que tu às de assumir muitas responsabilidade na minha obra", disse a...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Liminar ordena a suspensão da Lei do Aborto na Argentina por inconstitucionalidade

Ação movida por um cidadão resultado na liminar assinada na cidade de Mar del Plata

Brasil/Mundo6 dias atrás

Câmara aprova urgência para projeto que institui federações de partidos políticos

Pelo projeto, após registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atuem como se fosse uma agremiação única