Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Jogador de vôlei que criticou Superman bissexual é afastado do Minas Clube

Pressão de internautas foi decisiva para que patrocinadores ameaçassem o clube

Publicado

em

Mais uma personalidade foi prejudicada por se opor à agenda LGBT. Dessa vez foi o jogador de vôlei Maurício Souza, do Minas Clube, que fez uma postagem nas redes sociais criticando a decisão da DC Comics de transformar o novo Superman em bissexual.

A fala que levou o atleta a ser afastado do time foi a seguinte: “Ah, é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”. A frase foi postada ao lado da imagem do Superman beijando outro homem.  Veja aqui.

Apesar da confusão criada pela primeira postagem, o jogador fez uma nova publicação no Instagram dizendo que não abre mão de seus valores. “Hoje em dia, o certo é errado, e o errado é certo… Não se depender de mim. Se tem que escolher um lado, eu fico do lado que eu acho certo! Fico com minhas crenças, valores e ideias”.

A pressão da internet contra os patrocinadores do clube levaram a diretoria a determinar seu afastamento até que ele se retrate pelo que disse.

Os colegas de time de Maurício não estão satisfeitos com a decisão do clube e ameaçam demissão em massa, caso a diretoria decida demitir o atleta.

PUBLICIDADE