Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Laurez se posiciona contra concessão do Jalapão sem ouvir a comunidade local

Deputados estaduais aprovaram as concessões de parques; Foram 16 votos favoráveis contra quatro

Publicado

em

Nesta terça-feira (24), os deputados do Tocantins aprovaram o projeto de lei vindo do Governo Estadual que autoriza a concessão do Jalapão e outros parques estaduais.

Foram 16 votos favoráveis e quatro contrários e quatro ausências.

Para Laurez Moreira, ex-prefeito de Gurupi, a população tinha que ser ouvida sobre essa questão. Por isso, ele entende que “a posição do Governo é um desrespeito aos interesses da sociedade”.

Em nota divulgada à imprensa, o político do PSDB diz que falta transparência no projeto. “A urgência e ausência de transparência por parte do Governo na aprovação do projeto de tamanha amplitude coloca em dúvidas a legitimidade dos interesses daqueles que defendem as concessões.

Leia a nota na íntegra:

NOTA LAUREZ MOREIRA

O Governo do Estado não pode tomar uma decisão dessas sem ser amplamente discutida com as comunidades locais, prefeitos, vereadores, secretários municipais, líderes religiosos e comunitários, agentes de turismo, representantes de órgãos ambientais, do Ministério Público Federal e da sociedade em geral.

A posição do Governo é um desrespeito aos interesses da sociedade, que será severamente impactada com a medida.

É preciso transparência quanto a este Projeto. Ao Governo cabe zelar e ser o guardião do patrimônio público, principalmente se tratando de umas das principais e mais belas riquezas naturais e culturais do nosso Estado. O Jalapão, do nosso capim dourado, fervedouro e tantas outras belezas, não pode ser entregue à iniciativa privada de forma açodada. O Jalapão pertence ao nosso povo tocantinense. O Jalapão é de todos nós.

A urgência e ausência de transparência por parte do Governo na aprovação de um Projeto de tamanha amplitude coloca em dúvidas a legitimidade dos interesses daqueles que defendem as concessões para iniciativa privada. Caberia ao Governo do Estado cuidar do nosso patrimônio, fornecendo infraestrutura, fomentando o turismo na região, gerando o desenvolvimento e a renda para a nossa população e não destinando essas preciosidades do Tocantins para alguns a explorarem levando as nossas riquezas para outras terras.

PUBLICIDADE