Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Mais países reconhecem Jerusalém como a capital de Israel

Publicado

em

Da redação

Até o momento, os Estados Unidos e a Guatemala são os únicos países a mudar oficialmente suas embaixadas para Jerusalém

Honduras e a República de Nauru podem ser dois países diferentes em dois lados diferentes do globo, mas uma coisa que eles têm em comum é que ambos reconhecem Jerusalém como a capital de Israel.

O presidente hondurenho Juan Orlando Hernandez anunciou que estará em Jerusalém no domingo para inaugurar um “escritório diplomático” em Jerusalém para homenagear a cidade como a capital de Israel.

O escritório diplomático em Jerusalém será uma extensão da embaixada de Honduras em Tel Aviv.

+ Profético: judeus e cristãos se reúnem na Holanda para chamar as nações de volta a Jerusalém

+ Moldávia anuncia transferência de embaixada para Jerusalém

+ Bolsonaro transfere parte da embaixada em Israel para Jerusalém

Sarah Netanyahu, esposa do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, disse na terça-feira que pediu ao presidente guatemalteco Jimmy Morales e sua esposa Patricia para ajudar Honduras a transferir sua embaixada para Jerusalém. Até o momento, os Estados Unidos e a Guatemala são os únicos países a mudar oficialmente suas embaixadas para Jerusalém.

“Pedi que trabalhassem com Honduras para mudar sua embaixada para Jerusalém”, disse Netanyahu, conforme reportado pelo The Jerusalem Post . “Este é um passo no caminho para mudar a embaixada” para Jerusalém. 

Hernandez prometeu em março abrir um escritório diplomático em Jerusalém e disse que reconheceu a cidade santa como a capital do estado judeu.

Enquanto isso, do outro lado do globo, um pequeno país na Micronésia chamado Nauru também anunciou sua decisão de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Nauru é um país cristão majoritário a nordeste da Austrália e, de acordo com o Banco Mundial, tem uma população de aproximadamente 13.000 pessoas.

A ilha enviou uma carta às Nações Unidas afirmando: “A missão de Nauru tem a honra de transmitir as decisões do Governo da República de Nauru de reconhecer formalmente a Cidade de Jerusalém como a Capital do Estado de Israel”.

O ministro das Relações Exteriores, Yisrael Katz, aplaudiu Nauru por tomar a “decisão importante”.

“Continuaremos a fortalecer Jerusalém e promover o reconhecimento e a abertura de missões diplomáticas e embaixadas em nossa capital”, twittou o ministro das Relações Exteriores Yisrael Katz na quinta-feira.

(Com CBN)

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo2 dias atrás

Deputado quer proibir banheiros unissex no Estado do RJ

O parlamentar se preocupa em inibir a importunação sexual, assédio e violência contra as mulheres e crianças

Brasil/Mundo3 dias atrás

EUA: Estudante de 15 anos sofre abuso sexual em banheiro unissex por rapaz de saia

O mesmo aluno, uma "menina trans" é acusada de cometer outros abusos contra seus colegas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Com dois cultos de gratidão, Mocidade Ágape irá celebrar seu 41ª aniversário

O aniversário será um culto de GRATIDÃO a Deus e tem como tema Salmos 116:12

Brasil/Mundo4 dias atrás

Regime home office exige alguns cuidados com o corpo; especialista dá dicas

Mesmo com os benefícios, existem desvantagens que podem desencadear diversas patologias

Brasil/Mundo4 dias atrás

Valdemiro Santiago é condenado por dizer que governador da Bahia tem ‘pacto com o capeta’

O valor da indenização ficou fixado em R$ 35 mil, cabe recurso

Brasil/Mundo4 dias atrás

Brasil garante 354 milhões de vacinas para Covid-19 que serão aplicadas em 2022

 "Asseguramos que todos os brasileiros terão, ano que vem, uma campanha muito mais eficiente", contou o ministro Marcelo Queiroga

Brasil/Mundo4 dias atrás

Xuxa pede que apoiadores do presidente deixem de segui-la nas redes sociais e Bolsonaro responde: “Vamos unir o país”

A apresentadora quer o impeachment do presidente por conta da pandemia

Brasil/Mundo5 dias atrás

Defensoria Pública do Piauí lança edital de concurso com salário de R$ 23 mil

São cinco vagas para o cargo de Defensor Público Substituto e a formação de cadastro reserva.

Publicidade