Conecte-se conosco

Política

Mandetta fala na CPI da Pandemia: “Bolsonaro deu informação dúbia”

Declarações do ex-ministro da Saúde são comprometedoras para Bolsonaro

Publicado

em

Nesta terça-feira (4), a CPI da Pandemia ouviu o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, sobre como o governo federal planejou o enfrentamento da pandemia.

Durante seu discurso, Mandetta deu declarações que podem comprometer o presidente Jair Bolsonaro.

“O Ministério da Saúde foi publicamente confrontado, e isso dava uma informação dúbia à sociedade. O objetivo do Ministério da Saúde era dar uma informação, e o presidente dava outra informação. Em tempos de epidemia, você tem que ter a unidade”, disse.

Mandetta pediu demissão após ser contrariado publicamente pelo presidente. Segundo ele, na carta entregue a Bolsonaro, ele recomendava que o procedimento adotado pelo governo fosse revisto para “evitar colapso no sistema de saúde e gravíssimas consequências à saúde da população”.

Em seu depoimento, o ex-ministro declarou ainda que chegou a prever ao presidente e demais ministros que até o final do ano teriam 180 mil mortos, mas outras pessoas alegavam que o país não ia ter 2 mil mortos por covid.

“Acho que, naquele momento, o presidente entendeu que aquelas outras previsões poderiam ser mais apropriadas. Ele declarou ainda que o presidente recorria a “outras fontes” e a um “assessoramento paralelo”.

Outra fala comprometedora para o Bolsonaro é a questão da cloroquina. Primeiro porque ele não viu a necessidade de investir na produção de mais medicamentos e segundo por ter pedido para mudar a bula do remédio.

Outros ex-ministros também irão depor

Ainda esta semana os senadores irão depor na CPI. Nelson Teich falará amanhã e Eduardo Pazuello remarcou para a próxima semana.

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo10 horas atrás

Frente Evangélica emite nota de repúdio à decisão de Barroso sobre missionários em terra indígenas

Nota critica a decisão e chama ação de "ideologia anticristã"

Brasil/Mundo11 horas atrás

Comissão especial conclui votação da reforma administrativa

Proposta seguirá para análise no Plenário da Câmara; para ser aprovada, são necessários dois turnos de votação

Brasil/Mundo14 horas atrás

Espanha: Partido Socialista quer prender grupos pró-vida que atuam na porta de clínicas de aborto

Clínicas abortistas pressionam o governo espanhol para tonar as ações pró-vida “um crime de obstrução ao direito ao aborto”

Brasil/Mundo18 horas atrás

Ministério da Saúde volta a recomendar vacinação de adolescentes sem comorbidades

A imunização deve ser feita somente com a vacina da Pfizer, a única autorizada no Brasil para esse público

Brasil/Mundo19 horas atrás

Barroso atende pedido do PT e proíbe entrada de missionários em terras indígenas

Decisão vale para novos grupos de missões que queiram entrar em aldeias isoladas durante a pandemia

Brasil/Mundo1 dia atrás

Demissão de diretor do Enem Digital não afetará candidatos, afirma Inep

Nova rodada de inscrições termina no próximo domingo (26)

Brasil/Mundo2 dias atrás

Saúde: Pandemia aumenta procura dos brasileiros por atividades físicas

Compras on-line de produtos esportivos foi uma das categorias que mais cresceu no início de 2021

Brasil/Mundo2 dias atrás

Vagas de emprego só para vacinados: Empresas começam a exigir comprovante de vacina para candidatos

A justificativa é que o profissional que não estiver vacinado pode colocar em risco a saúde de seus colegas

damares alves damares alves
Brasil/Mundo3 dias atrás

“Não é esquerda ou direita que vai transformar o Brasil, mas a igreja”, diz ministra Damares Alves

A ministra citou as leis em defesa da mulher e contra violência doméstica, mas cobrou posição das igrejas nessa luta

Brasil/Mundo3 dias atrás

MEC lança programa que incentiva a participação das famílias nas escolas

As secretarias de educação e escolas devem aderir ao programa para poderem receber os recursos financeiros