Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Marco Feliciano compara CPI da COVID a câmara de gás e revolta judeus

Parlamentar postou no Twitter: ‘Não é uma CPI. É uma câmara de gás’

Ricardo Costa

Publicado

em

Um dia após o deputado federal Marco Feliciano  (Republicanos-SP) comparar a CPI da COVID no Senado com as câmaras de gás usadas durante a Segunda Guerra Mundial, a comunidade judaica usou as redes sociais, nesta quinta-feira (29/4), para repudiar as falas do parlamentar pastor.

 

Na quarta-feira (28/4), Feliciano postou a seguinte mensagem pelo Twitter: “Não é uma CPI. É uma câmara de gás”.

 

 

 

Nas respostas do tuíte, alguns internautas repudiaram as falas do deputado. “Canalizo aqui as energias de todos os meus ancestrais executados em câmaras de gás pra mandar você pra ***, Marco. Eu e eles sabemos exatamente de que lado você estaria há 80 anos”, escreveu um perfil.

 

Em outro comentário uma pessoa afirma sentir “vergonha” pela comparação. “Meu Deus, isso é verdade? Estou envergonhada. Vergonha. Diminuindo o sofrimento do judeus. Ainda se diz amigo dos judeus. Vergonha”, postou.

 

Pelas redes sociais, o grupo “Judeus pela Democracia” também fez um post repudiando o comentário.

 

“As câmaras eram método de industrialização da morte, do genocídio em larga escala. Algumas na Alemanha nazista matavam até 2.000 pessoas por uso. Em que se comparam à CPI que busca investigar a negligência ao genocídio da COVID? Uma comparação desrespeitosa, sem sentido e imbecil.”

 

 

 

Holocausto

Holocausto é o nome que se dá para o genocídio cometido pelos nazistas, seguidores de Adolf Hitler, ao longo da Segunda Guerra Mundial.

 

O nazismo matou aproximadamente 6 milhões de pessoas entre judeus, ciganos, homossexuais, testemunhas de Jeová, deficientes físicos e mentais, opositores políticos. O grupo que mais foi vitimado no Holocausto foi o dos judeus.

 

Para prender e matar judeus, a  solução encontrada pelos nazistas foi a de promover a execução da classe em câmaras de gás, que foram sendo instaladas nos campos de concentração. A ídeia foi promovida pelo Programa de Eutanásia, também conhecido como Aktion T4.

 

Também foram construídos seis campos de extermínio com intuito de promover a execução de judeus. A diferença é que, nos campos de concentração, os judeus, além de executados, também tinham sua mão de obra explorada ao máximo. Sendo até mesmo, torturados.

 

Com informações Estado de Minas

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo30 minutos atrás

Prêmio internacional de pesquisa em neurobiologia está com inscrições abertas

Valor da premiação é de US$25 mil

Brasil/Mundo6 horas atrás

Em discurso do Dia Nacional da Oração, presidente Joe Biden não menciona Deus

Deus não foi mencionado nenhuma vez em todo o discurso do presidente norte-americano

Brasil/Mundo7 horas atrás

Ministério da Saúde envia mais 3,9 milhões de vacinas da AstraZeneca/Oxford para todo o país

Destas, 27.100 serão destinadas ao Estado do Tocantins

Brasil/Mundo22 horas atrás

CCJ rejeita projeto sobre impeachment de ministro do STF que usurpasse poder do Congresso

Em seu parecer, a relatora Chris Tonietto criticou o "ativismo judicial" do STF afirmando que o Estado brasileiro sofre um...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Programa oferece especialização gratuita na área de Tecnologia da Informação

O programa Santander Universidades disponibiliza 50 mil bolsas de estudos para especialização na área de Tecnologia da Informação. Interessados em...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Brasil só pode comprar vacinas da Pfizer após aprovação da Lei 14.125/21

Presidente do Senado foi autor do projeto que viabilizou a compra de 100 milhões de doses

Brasil/Mundo1 dia atrás

Prouni, Fies e Sisu já possuem cronograma para o 2º semestre

Veja as datas de inscrições para esses três programas de acesso às universidades

Brasil/Mundo2 dias atrás

Parlamentares cristãos na Suíça suspendem lei de casamento gay até realização de referendo

Segundo uma pesquisa realizada em 2020 pelo grupo LGBTQ+ Pink Cross, mais de 80% dos suíços apoiam o casamento gay

Brasil/Mundo2 dias atrás

Inep define período de justificativa de ausência do Enem

Entre os dias 17 e 28 de maio interessados poderão realizar procedimento

Brasil/Mundo2 dias atrás

Jovem armado com faca invade escola e mata quatro pessoas no Oeste de SC

Três alunos e uma professora foram vítimas do ataque

Publicidade