Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

MEC confirma aplicação do Enem 2021 nos dias 21 e 28 de novembro

Confira opções gratuitas para se preparar para o exame

Publicado

em

O ministro da Educação Milton Ribeiro anunciou ontem (31), pelo Twitter, as datas de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021. As provas serão distribuídas nos dias 21 e 28 de novembro tanto para a versão impressa quanto para a digital. Já as inscrições ocorrerão entre 30 de junho e 14 de julho deste ano. A quantidade de vagas disponibilizadas para o Enem Digital ainda não foi divulgada.

“Conforme eu já havia anunciado dias atrás, o Enem 2021 acontecerá e será aplicado neste ano. As provas serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro, para as versões impressa e digital. É isso mesmo! A mesma prova, nas mesmas datas, para as duas modalidades”, escreveu o ministro.

A realização do Enem neste ano esteve em meio a uma polêmica, cujos documentos internos indicavam que a avaliação estava marcada para 16 e 23 de janeiro de 2022. No entanto, o ministro se pronunciou afirmando que eram apenas “conversas de bastidores”.

Com as novas datas confirmadas, especialistas familiarizados com o processo do Enem, segundo o G1, afirmam que o cronograma está apertado e demandará esforço para ser cumprido.

Para efeito de comparação, o Enem 2020, que teve previsão para ser aplicado em novembro do mesmo ano, teve seu edital publicado no “Diário Oficial da União” em 22 de abril, e as inscrições ocorreram de 11 a 22 de maio. Neste ano, as inscrições ainda não começaram e devem encerrar em julho.

Ademais, todo o processo gráfico de impressão e distribuição das provas do Enem 2021 também precisa ser acelerado para garantir a aplicação das provas no tempo previsto, conforme sinalizam os especialistas.

A edição passada do exame teve diversos problemas como o adiamento da aplicação das provas devido à pandemia, salas lotadas, alunos impedidos de fazer a prova para que fosse possível manter o distanciamento social, e suspensão da aplicação no Amazonas e cidades de Rondônia, devido à pandemia.

Como consequência, houve ausência recorde de estudantes inscritos na edição passada, em que 5,7 milhões de candidatos estavam confirmados para fazer a prova do Enem, mas mais da metade (55,3%) não compareceu.

 

Preparação para o Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio é o maior exame para ingresso no ensino superior brasileiro, contando com milhões de inscrições em todo o território nacional. Sua realização é anual, com aplicação em todo o país.

As notas do Enem podem ser usadas para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Por isso, o Enem é tão aguardado pelos estudantes que dedicam o ano inteiro – ou até anos – se preparando para ter bom desempenho. Muitos investem em cursos pré-Enem, enquanto outros estudam em canais no Youtube específicos para o exame.

Os cursinhos denominados de pré-Enem auxiliam quem sonha em ter um bom desempenho no exame, visto que as aulas são direcionadas para a avaliação. Assim, preparam os alunos com as regras e exigências do Enem, tornando-os mais capacitados para fazer a prova.

Os valores dos cursinhos pré-Enem variam em cada região, sendo possível encontrar a partir de R$14 em instituições renomadas, com a bolsa de estudo do Educa Mais Brasil. Há opções de estudar on-line para quem não quer perder tempo com deslocamento, ajustar a carga horária à sua necessidade ou, ainda, se prevenir da exposição na rua neste momento de pandemia.

Outra opção é estudar gratuitamente na internet. No Youtube, diversos canais disponibilizam conteúdos sobre as disciplinas cobradas no Enem, como é o caso do Me Explica!, que possui assuntos organizados em listas de disciplinas.

Há ainda, os conteúdos preparativos disponibilizados em sites, como o Guia Enem, com todos os assuntos cobrados em vestibulares, incluindo o Enem. O acesso é gratuito e pode ser feito, também, por quem precisa melhorar o rendimento na escola.

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo4 horas atrás

Tempestade de areia assusta moradores do interior de São Paulo

A tempestade de poeira chegou a municípios também de Minas Gerais próximos do estado paulista.

Brasil/Mundo4 horas atrás

Reações da vacina contra a Covid-19 faz tenista francês desistir da temporada: “Me arrependi de ter tomado”

Aos 34 anos, ficar afastado dos treinos e jogos pode fazer com que ele se aposente mais cedo do que...

Brasil/Mundo5 horas atrás

Bolsonaro e Michelle testam negativo para Covid-19

O presidente não está vacinado e a primeira-dama se vacinou durante viagem aos EUA

Brasil/Mundo6 horas atrás

Jotta A volta a chocar seguidores ao postar foto seminu

O cantor deixou o mercado gospel e tem recebido muitas críticas na sua primeira música secular

Brasil/Mundo8 horas atrás

Entidades de Direito Religioso comentam decisão de Barroso que impede a entrada de missionários em tribos indígenas isoladas

Na semana passada, o ministro Barroso aceitou parcialmente ao pedido feito pelo PT contra os missionários em tribos indígenas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Frente Evangélica emite nota de repúdio à decisão de Barroso sobre missionários em terra indígenas

Nota critica a decisão e chama ação de "ideologia anticristã"

Brasil/Mundo3 dias atrás

Comissão especial conclui votação da reforma administrativa

Proposta seguirá para análise no Plenário da Câmara; para ser aprovada, são necessários dois turnos de votação

Brasil/Mundo3 dias atrás

Espanha: Partido Socialista quer prender grupos pró-vida que atuam na porta de clínicas de aborto

Clínicas abortistas pressionam o governo espanhol para tonar as ações pró-vida “um crime de obstrução ao direito ao aborto”

Brasil/Mundo3 dias atrás

Ministério da Saúde volta a recomendar vacinação de adolescentes sem comorbidades

A imunização deve ser feita somente com a vacina da Pfizer, a única autorizada no Brasil para esse público

Brasil/Mundo3 dias atrás

Barroso atende pedido do PT e proíbe entrada de missionários em terras indígenas

Decisão vale para novos grupos de missões que queiram entrar em aldeias isoladas durante a pandemia