Conecte-se conosco

Política

Ministros do STF creem que Lula não será candidato em 2022

Publicado

em

Reservadamente, ministros do STF acreditam que o ex-presidente Lula não será candidato em 2022 / FOTO: Reprodução Internet

Reservadamente, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) acreditam que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não será candidato nas eleições de 2022. A avaliação dos magistrados passa pela constatação de que, independentemente do julgamento que pode declarar o ex-juiz Sergio Moro parcial e reabilitar temporariamente o petista, o ex-presidente será condenado novamente em segunda instância em outros processos a que responde. Uma sentença proferida por órgão colegiado mantém o político como ficha suja e, portanto, fora do páreo na disputa pelo Palácio do Planalto. “Não acredito que Lula seja candidato. Existem vários outros processos contra ele” , disse, em caráter reservado, um ministro ouvido por VEJA.

Leia+Bolsonaro convida ministro Jorge Oliveira para falar sobre a vaga no STF, diz CNN

Antes de Lula ter a possibilidade de decidir se vai ou não se candidatar para fazer frente ao presidente Jair Bolsonaro, o STF vai julgar se Sergio Moro agiu politicamente e com parcialidade ao condenar o petista no processo do tríplex no Guarujá. Quatro votos são conhecidos no colegiado – dois, dos ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, favoráveis a punir Moro por falta de isenção, e dois, de Edson Fachin e Cármen Lúcia, em favor do ex-juiz. O quinto poderá ser proferido pelo ministro que Bolsonaro escolher para a Corte e será definidor de quais serão os players na próxima eleição presidencial. Celso de Mello, decano do tribunal e originalmente o voto desempate no julgamento sobre a suspeição de Moro, anunciou antecipação de sua aposentadoria para o dia 13 de outubro e não participará do julgamento do caso.

A ideia de Gilmar Mendes, responsável por pautar o tema, é aguardar o início do próximo ano para colocar o assunto em votação em uma sessão plenária presencial, depois da pandemia e em um cenário que ele acredita que será de maior tranquilidade para discutir a fundo a atuação de Sergio Moro à frente da Lava-Jato.

Uma eventual declaração de suspeição de Sergio Moro derrubaria, ainda que de forma temporária, as restrições impostas pela Lei da Ficha Limpa para que Lula volte a se candidatar. Se confirmada, a sanção ao ex-juiz atingiria em cheio o processo do tríplex no Guarujá, mas poderia ter impactos também em outra de suas condenações, a que envolve o recebimento de propinas por meio de um sítio em Atibaia, já que parte dela tem as digitais de Moro. Os dois casos tenderiam a ser parcial ou integralmente refeitos. Até novas condenações em segunda instância – situação que os ministros do STF consideram provável – Lula, que em pesquisas de opinião aparece como o nome mais competitivo contra Bolsonaro, estaria temporariamente “elegível”.

FONTE: Revista VEJA

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo4 horas atrás

Israel fará testes com vacina em pílulas contra Covid-19

A vacina Oravax é projetada para atingir três proteínas estruturais do vírus, em vez da proteína de pico único direcionada...

Brasil/Mundo5 horas atrás

Por não reconhecer Israel como país, judoca da Argélia se nega a lutar contra israelense

Para os islâmicos, enfrentar um atleta israelense é reconhecer o país e muitos se negam a fazê-lo

Brasil/Mundo7 horas atrás

Roberto Jefferson dispara contra embaixador da China no Brasil: “Pilantra que articula contra o governo”

No Twitter, Jefferson chamou o diplomata de “vagabundo que a China mandou para o Brasil”

finanças finanças
Brasil/Mundo8 horas atrás

62,5 milhões de brasileiros estão inadimplentes, aponta estudo da Serasa

Serasa realiza a ação "Limpa Nome" que permite negociar dívidas com até 99% de desconto

Brasil/Mundo8 horas atrás

Braga Netto desmente Estadão: “Desinformação que gera instabilidade”

Apesar da declaração do ministro da Defesa, o jornal mantém a reportagem no ar

Brasil/Mundo9 horas atrás

Bolsonaro assina projetos de lei em favor da família e contra o aborto

Em reunião com o Presidente da República Jair Bolsonaro nesta quarta-feira (21), o Ministério da Mulher, da Família e dos...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Ministro da Defesa quebra o silêncio e condiciona eleições de 2022 ao voto impresso

General Walter Braga Netto mandou recado para o presidente da Câmara, afirmando que as eleições de 2022 devem ser "auditáveis"...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Deputada Rosane Felix repudia desenho com ideologia de gênero e linguagem neutra da Netflix

"Ridley Jones – a Guardiã do Museu" tem um personagem não binário e uma família de múmias com dois pais

Brasil/Mundo1 dia atrás

Redes sociais terão emojis de homens grávidos

Homens trans são mulheres biológicas que fizeram a mudança de gênero

Brasil/Mundo2 dias atrás

Prouni 2021: MEC divulga resultado da primeira chamada

Pré-selecionados precisam apresentar documentos para comprovar informações