Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

MP-SP acusa Marco Feliciano de usar mandato para estimular homofobia e promover sua fé

Publicado

em

Redação JM Notícia

A promotora Anna Trota Yaryd, do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), entrou com uma ação contra o deputado federal Pastor Marco Feliciano (Republicanos-SP), acusando-o de usar o mandato para programar sua religião e promover homofobia.

A ação pede uma indenização de R$ 100 mil por danos morais coletivos, alegando que em mais de uma ocasião o parlamentar evangélico se manifestou de forma discriminatória e preconceituosa contra a comunidade LGBT.

O pedido de condenação foi feito pela promotora em um processo aberto contra o deputado pela ONG Abcd´s (Ação Brotas pela Cidadania e Diversidade Sexual), com alegações de que suas falas na Câmara “demonstram seu desprezo e ódio por um segmento vulnerável da população”.

Saiba + Marco Feliciano lança campanha “Cristão não vota no PT-PCdoB-PSOL”

Uma das justificativas é uma fala de 2015 quando o parlamentar pedia a proibição da Parada Gay mostrando fotos de diversos eventos que vilipendiaram símbolos cristãos. Algumas imagens exibidas não foram tiradas no evento citado.

Para a promotora, ao mostrar tais imagens, Feliciano cirrou a intolerância e a discriminação contra a comunidade LGBT. Ela acredita que foi também a fala do deputado que fez com que a transexual que se vestiu de Jesus na Parada Gay de São Paulo fosse agredida.

“Ao se posicionar expressamente contra a Parada Gay, deixa nítida a finalidade de limitar a cidadania e demonstra que se opõe à existência pública das pessoas LGBT”, diz a promotora.

Defesa de Feliciano afirma que não há discurso de ódio

À Justiça, o deputado federal, por meio de seus advogados, disse que não pretendeu atingir a honra da comunidade e nem da transexual que teve sua performance criticada.

“Fiz, sim, duras críticas políticas e ideológicas sobre a atuação da comunidade LGBT, mas dentro dos limites impostos pela lei”, diz a defesa.

O parlamentar também declara que tal ação contra ele é um atentado contra o Estado Democrático de Direito, pois a Constituição lhe garante imunidade parlamentar e que ele não pode ser calado.

AGROTINS 2021

Últimas notícias

Brasil/Mundo12 horas atrás

Paulo Guedes diz que a privatização da Eletrobras está certa e adianta: “Vem aí os Correios”

O ministro comemorou também que mesmo diante da Pandemia, o Brasil tem tomado medidas importantes

Brasil/Mundo13 horas atrás

Barroso rejeita pedido de Bolsonaro para derrubar lockdown em estados

Para o ministro do STF, estados e municípios têm competência para editar normas para o enfrentamento da pandemia

Brasil/Mundo13 horas atrás

“Sou pré-candidato à presidência”, afirma João Doria

O polêmico governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (21) que não será candidato à reeleição ao...

Brasil/Mundo14 horas atrás

Concurso Ibama: novo edital foi autorizado para mil vagas

De acordo com ex-ministro, foram mil vagas autorizadas ao todo pelo Ministério da Economia. Não houve mais informações se foi...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Congresso Nacional decreta luto de três dias por mortos de Covid-19

Neste final de semana o país atingiu a marca de 500 mil brasileiros mortos em decorrência da covid

Brasil/Mundo2 dias atrás

Marca “Deus é Amor” poderá ser usada por outras igrejas, decide TJ

A Deus é Amor queria impedir que a expressão fosse utilizada pela Igreja Pentecostal Deus é Amor Renovada Ministério de...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Programa de capacitação em tecnologia está com inscrições abertas para bolsas de estudo

Vagas são para estudantes recém-formados

Brasil/Mundo2 dias atrás

Brasil recebe 1,5 milhão de doses da vacina da Janssen

O Brasil deverá receber 38 milhões de doses do imunizante da Janssen este ano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Universidade de Oxford testa ivermectina como possível tratamento para Covid-19

Segundo a Universidade, a ivermectina resultou na redução da replicação do vírus em estudos laboratoriais

Brasil/Mundo3 dias atrás

PGR pede ao STF para rejeitar ações de Bolsonaro contra o lockdown

O presidente, através da AGU, entrou com uma ação contra o lockdown adotado em três estados: Pernambuco, Paraná e Rio...