Conecte-se conosco

Tocantins

MPE quer anulação de doação de área pública em Porto Nacional doada a empresário

Publicado

em

A doação de uma área pública de mais de 22 mil metros quadrados, localizada no loteamento Tropical Palmas, no município de Porto Nacional, é alvo de uma Ação Civil Pública ajuizada nesta segunda-feira, 14, pelo Ministério Público Estadual. O imóvel fica localizado às margens da rodovia TO-050 e foi doado pela Prefeitura Municipal ao empresário Valmor José Martinazzo.

Área está localizada às margens da rodovia TO-050

Área está localizada às margens da rodovia TO-050

Na ação movida pela 7ª e 5ª Promotorias de Justiça é sustentado que o imóvel em questão é uma área institucional, reservada a edificação de equipamentos comunitários (praças, jardins, escolas) e, portanto, não poderia ter sua destinação alterada, em razão da Lei Orgânica de Porto Nacional e Lei Federal n° 6.766/79.

Além de tal proibição, foi apurado que a doação para o particular ocorreu sem concorrência pública, violando a Lei de Licitações e o princípio da impessoalidade.

MPE quer que o Prefeito Otoniel Andrade se abstenha de doar novas áreas

MPE quer que o Prefeito Otoniel Andrade se abstenha de doar novas áreas

Os promotores pedem liminarmente a suspensão dos efeitos doação e a proibição de qualquer construção no terreno. O MPE também requer, no mérito, que seja declarada a nulidade do ato de doação.

“A conduta dos requeridos em relação à doação em questão afronta a Constituição da República e a própria Lei Orgânica Municipal. É papel do município a manutenção destas áreas institucionais, especialmente protegidas pela legislação municipal e constitucional, objetivando à preservação da sadia qualidade de vida das pessoas que habitam e que passarão a habitar a localidade”, comentou a Promotora Márcia Mirele Stefanello.

Já o Promotor de Justiça Vinícius de Oliveira e Silva afirmou que “se o município de Porto Nacional deseja incentivar a economia doando imóveis para empresas ou empresários, o que não pode ocorrer em relação a áreas institucionais, deve fazê-lo por licitação na modalidade concorrência, para escolher a empresa que possa oferecer a melhor contrapartida, como geração de empregos, e investimento em estrutura, de modo público e com igual oportunidade a todos, e não beneficiar um particular determinado e escolhido sem um procedimento que garanta a impessoalidade.”

O MPE requereu também deferimento de ordem judicial que o Município de Porto Nacional, na pessoa do Prefeito, se abstenha de doar áreas públicas institucionais em outros loteamentos.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo5 horas atrás

Tempestade de areia assusta moradores do interior de São Paulo

A tempestade de poeira chegou a municípios também de Minas Gerais próximos do estado paulista.

Brasil/Mundo5 horas atrás

Reações da vacina contra a Covid-19 faz tenista francês desistir da temporada: “Me arrependi de ter tomado”

Aos 34 anos, ficar afastado dos treinos e jogos pode fazer com que ele se aposente mais cedo do que...

Brasil/Mundo6 horas atrás

Bolsonaro e Michelle testam negativo para Covid-19

O presidente não está vacinado e a primeira-dama se vacinou durante viagem aos EUA

Brasil/Mundo6 horas atrás

Jotta A volta a chocar seguidores ao postar foto seminu

O cantor deixou o mercado gospel e tem recebido muitas críticas na sua primeira música secular

Brasil/Mundo8 horas atrás

Entidades de Direito Religioso comentam decisão de Barroso que impede a entrada de missionários em tribos indígenas isoladas

Na semana passada, o ministro Barroso aceitou parcialmente ao pedido feito pelo PT contra os missionários em tribos indígenas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Frente Evangélica emite nota de repúdio à decisão de Barroso sobre missionários em terra indígenas

Nota critica a decisão e chama ação de "ideologia anticristã"

Brasil/Mundo3 dias atrás

Comissão especial conclui votação da reforma administrativa

Proposta seguirá para análise no Plenário da Câmara; para ser aprovada, são necessários dois turnos de votação

Brasil/Mundo3 dias atrás

Espanha: Partido Socialista quer prender grupos pró-vida que atuam na porta de clínicas de aborto

Clínicas abortistas pressionam o governo espanhol para tonar as ações pró-vida “um crime de obstrução ao direito ao aborto”

Brasil/Mundo3 dias atrás

Ministério da Saúde volta a recomendar vacinação de adolescentes sem comorbidades

A imunização deve ser feita somente com a vacina da Pfizer, a única autorizada no Brasil para esse público

Brasil/Mundo3 dias atrás

Barroso atende pedido do PT e proíbe entrada de missionários em terras indígenas

Decisão vale para novos grupos de missões que queiram entrar em aldeias isoladas durante a pandemia