Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

MPE quer que a Câmara de Palmas rediscuta a lei que regulamentou o Uber em Palmas

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

MPE quer que a Câmara de Palmas rediscuta a lei que regulamentou o UBER em Palmas

A Lei Municipal n.º 2.330/2017, que trata da regulamentação dos serviços de transporte de passageiros (Uber) aprovada pela Câmara de Palmas em julho de 2017, por 16 votor favoráveis e 2 contrários ao projeto, está sendo alvo de medida do Ministério Público Estadual.

Na época da aprovação da referida lei, grupos interessados na questão fizeram protestos durante a semana. Os motorista do aplicativo fizeram uma carreata pelas ruas de Palmas. Já os mototaxistas levaram um grupo até a galeria da Câmara para acompanhar a votação.

MPE recomenda

Nesta segunda-feira (26), o Ministério Público Estadual (MPE) afirmou à imprensa que expediu recomendação ao presidente da Câmara Municipal de Palmas, José do Lago Folha Filho, para que sejam realizadas pelo menos duas audiências públicas para discutir a manutenção, alteração ou revogação da lei que trata que dos serviços de transporte de passageiros (Uber) na Capital.

De acordo a Promotora de Justiça Katia Chaves Gallieta, as audiências devem ter intervalos mínimos de 30 dias e contar com a participação obrigatória da comunidade local, dos motoristas de aplicativos, dos consumidores e de taxistas para que os parlamentares conheçam as opiniões dos grupos interessados.

A recomendação orienta que as audiências sejam divulgadas na imprensa local. Além disso, que nas audiências seja explicado, brevemente, cada estudo técnico para que sejam de conhecimento público os motivos da aprovação e possíveis alterações na Lei n.º 2.330/2017.

A Promotora de Justiça Katia Chaves Gallieta recomendou que as possíveis alterações legislativas sugeridas e discutidas nas audiências sejam atendidas para afastar qualquer possibilidade de impedimento à livre concorrência de mercado.

Foi fixado o prazo inicial de 30 dias para o cumprimento da recomendação, destacando-se que o não acatamento pode resultar em medidas administrativas, cíveis e criminais. (Paulo Teodoro)

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo1 hora atrás

Sisu 2021.2: inscrições começam nessa terça (03)

Programa disponibiliza vagas de graduação em universidades públicas

Brasil/Mundo7 horas atrás

Manifestação pelo voto impresso lota Avenida Paulista

O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve no evento e falou ssobre a perseguição política contra conservadores; Assista

Brasil/Mundo3 dias atrás

ANAJURE defende liberdade do colégio batista notificado por vídeo contra a ideologia de gênero

"O vídeo em questão, ainda que expresse discordância quanto às teorias de gênero, não estimula qualquer conduta discriminatória", diz a...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Livro infantil enfrenta a ideologia de gênero: “Elefantes não são pássaros”

"O livro é uma repreensão absoluta à aceitação da transexualidade e ao número crescente de jovens que se identificam como...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Cursos profissionalizantes são aliados na busca pelo emprego

Evento on-line e gratuito vai debater a educação profissionalizante

Brasil/Mundo4 dias atrás

Pandemia afetou o comportamento de responsáveis por crianças de até três anos em famílias de classe D

Isolamento e crise financeira trouxeram efeitos perversos da desigualdade nas classes mais baixas

Brasil/Mundo4 dias atrás

Bolsa Família pode ter reajuste de 50% ou mais, diz ministro

Valores passarão a ser pagos a partir de novembro

Brasil/Mundo4 dias atrás

“O povo vai reagir em 2022 se não tivermos uma eleição democrática”, diz Bolsonaro

O presidente tem defendido a aprovação do projeto de lei pelo voto impresso auditável

Brasil/Mundo5 dias atrás

Lei do Superendividamento favorece negociação e cobrança humanizada

Início das multas no contexto da Lei Geral de Proteção de Dados também deve frear a oferta de crédito a...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Brasil ultrapassa marca de 60% da população vacinada com primeira dose contra Covid-19

São mais de 96 milhões de pessoas, das 160 milhões com mais de 18 anos, que receberam a primeira dose...