Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Nigéria: 4 mortos na casa de pastor em ataque jihadista

Publicado

em

Manifestantes se reúnem durante uma manifestação contra os assassinatos de pastores Fulani, em Abuja, Nigéria, 16 de março de 2017. | 
REUTERS / Afolabi Sotunde

O pastor de uma igreja evangélica no centro-norte da Nigéria e três membros de sua congregação, incluindo um garoto de 10 anos, foram mortos a tiros por radicais Fulani, segundo um observador da perseguição cristã.

O ataque ocorreu na casa do pastor Matthew Tagwai, da Igreja Evangélica Winning All, na vila de Ngbra Zongo, perto da área de Miango, no condado de Bassa, no estado de Plateau, na noite de 7 de abril, de acordo com o  Morning Star News .

“O ataque foi realizado por pastores armados contra a comunidade”, disse um morador da área, identificado como Patience Moses. “Dois outros cristãos … também foram feridos durante o ataque pelos pastores e atualmente estão sendo tratados em um hospital na vila de Dantako.”

O pastor morto tinha 34 anos.

“Este novo ataque, como os anteriores, é condenável”, disse o Rev. Yunusa Nmadu Jr., secretário geral da ECWA, sobre o assassinato de cristãos no estado de Plateau e no norte da Nigéria. “Os contínuos ataques a comunidades cristãs inofensivas e desavisadas sem uma resposta concreta e estratégica de nossos responsáveis ​​para proteger nosso povo deixam muito a desejar.

“Informe as autoridades que as pessoas não correm para sempre. Chega um momento em que eles são pressionados contra a parede e, nesses momentos, reações e contra-reações inevitavelmente ocorrerão. ”

Desde o início de 2020, as estimativas sugerem que mais de 400 cristãos foram mortos no país da África Ocidental.

“Ao todo, pelo menos 410 vidas cristãs foram perdidos na Nigéria para terroristas jihadistas Fulani nos últimos 93 dias de 2020, a” Sociedade Internacional com sede em Anambra para liberdades civis e Estado de Direito (Intersociety) disse em um  comunicado . 

Pelo menos 50 cristãos foram mortos em março e 10 nos primeiros dois dias de abril por pastores Fulani.

A Nigéria  é  o 12º pior país do mundo em perseguição cristã na lista de observação mundial do Open Doors USA em 2020. É um dos países mais mortais do mundo para os cristãos. 

PUBLICIDADE