Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Nigéria: Em meio à pandemia, militantes muçulmanos matam 13 cristãos, sequestram 13 e atacam 5 aldeias

Publicado

em

Militantes muçulmanos fulani mataram recentemente 13 cristãos e sequestraram outros 13 em uma série de ataques durante um período de três dias no centro-norte da Nigéria.  

O Morning Star News   relata que os ataques às cinco aldeias nos condados de Kajuru e Chikun, no estado de Kaduna, ocorreram de 23 a 25 de abril e expulsaram mais de 1.000 pessoas de suas casas.

Os cristãos que foram mortos eram membros da Igreja Evangélica Vencedora de Todos (ECWA), da Igreja Batista Católica, da Igreja Unida de Cristo nas Nações (HEKAN) e das Assembléias de Deus.

“Os pastores Fulani armados invadiram a vila de Kikwari, Kajuru LGA, e mataram três pessoas e levaram gado e comida em grande número à medida que os moradores fugiam para salvar suas vidas”, Luka Binniyat, porta-voz do União Popular do Sul de Kaduna (SOKAPU).

“Quando cristãos derrotados fizeram ofertas para escapar, alguns foram detidos e levados à vasta floresta”, explicou. “Até o momento, ninguém tem informações sobre sua condição. Ninguém tem certeza se está vivo ou morto e em que condição.”

“Todos os moradores de mais de 1.000 estão agora se refugiando com parentes em cidades próximas em condições difíceis neste período sombrio de bloqueio de coronavírus”, acrescentou Binniyat.

Os pastores armados estavam acompanhados de outros agressores que supostamente usavam uniformes militares.

Binniyat instou os governos federal e estadual de Kaduna a resgatar cristãos sequestrados e a acabar com ataques militantes a comunidades cristãs indefesas.

Cristãos deslocados não podem retornar às suas aldeias porque os pastores Fulani ainda estão lá, disse Peter Aboki, presidente da União de Desenvolvimento de Gbagyi (GDU) no estado de Kaduna na semana passada.

“Queremos que o governo faça algo com urgência, porque os cristãos são mortos ou sequestrados quase diariamente”, disse Aboki ao  Morning Star News  . “Essas áreas estão se tornando uma área proibida como resultado das atividades mortais dos pastores”.

Os pastores Fulani, também conhecidos como milícia Fulani, são um grupo semi-nômade que cria gado em vastas áreas, vivendo no centro da Nigéria. A maioria dos pastores é muçulmana e tem lutado com fazendeiros cristãos há séculos. 

Os Fulani foram os primeiros a adotar o Islã, engajados em guerras santas, ou jihads, no século 16, que os estabeleceram como uma força social e econômica dominante na África Ocidental, de acordo com o  World Watch Monitor  .

No início deste ano, a Christian Solidarity International (ITUC) emitiu um alerta de genocídio à Nigéria, instando o Conselho de Segurança das Nações Unidas a tomar medidas. A ITUC emitiu o apelo em resposta a “uma onda crescente de violência dirigida contra cristãos nigerianos e outros classificados como ‘infiéis’ por militantes islâmicos nas regiões norte e centro do país”.

Enquanto isso, a grande mídia nos Estados Unidos permanece em grande parte silenciosa enquanto o assassinato implacável de cristãos nigerianos por terroristas muçulmanos continua. 

Os ataques contra cristãos nigerianos aumentaram constantemente nos últimos anos. O Fundo de Ajuda Humanitária (HART), presidido por um membro da Câmara dos Lordes britânica, Baronesa Cox, estima que 6.000 cristãos na Nigéria foram mortos desde 2015.

A Nigéria ocupa a 12ª posição na  Lista Mundial de Portas Abertas para 2020  , onde os cristãos são os mais perseguidos.

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo10 horas atrás

Workshop sobre meio ambiente e astronomia recebe inscrições até 22/09

GLOBE Brasil 2021 é realizado pela Agência Espacial Brasileira (AEB); confira como participar

Brasil/Mundo12 horas atrás

Ministério Zoe retorna aos lançamentos com a canção “Se dê mais uma chance”

A faixa chega nas plataformas nesta quarta-feira (22) em todas as plataformas digitais

Brasil/Mundo18 horas atrás

Caixa Econômica anuncia redução de juros para Crédito Imobiliário Poupança Caixa

Banco alcançou a marca de R$ 300 bilhões contratados na atual gestão e segue como o maior financiador da casa...

Brasil/Mundo19 horas atrás

“Big Mouth”: Grupo pró-família denuncia desenho da Netflix por abuso sexual infantil

Grupo pede que autoridades investiguem se o programa viola as leis contra pornografia infantil

Brasil/Mundo21 horas atrás

MG terá investimento de R$ 5,2 bilhões em projetos de energia solar e híbrida

Companhia alemã investirá o valor na construção de três usinas de energia limpa, sendo duas solares e uma de fonte...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Hábitos que surgiram na pandemia e podem gerar sofrimentos psíquicos como ansiedade e depressão

Psicóloga e professora da UniAvan dá dicas para identificar quando um hábito se torna uma síndrome, como tratar e como...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Instituto faz campanha para promover reconstrução facial gratuita para quem sofre com o rosto desfigurado

A parceria entre o Instituto Mais Identidade e a UNIP visa devolver a autoestima e a esperança dos pacientes

Brasil/Mundo5 dias atrás

Ministério da Saúde suspende vacinação contra Covid-19 em adolescentes sem comorbidades

Jovens de 12 a 17 anos que tomaram a primeira dose NÃO devem tomar a segunda dose

Brasil/Mundo5 dias atrás

Governo Federal propõe programa habitacional mais barato e mudanças no Casa Verde Amarela

Os usuários contemplados poderão ter descontos acima de R$ 30 mil no valor final do imóvel

Brasil/Mundo5 dias atrás

Com mais de 400 mil fiéis no Brasil, Convenção CEADDIF se reúne para falar de discipulado

São mais de 4 mil pastores e pastoras, atuando em cerca de 200 ministérios