Política

Araguaína pode ter aulas do EJA à distância, como pede o vereador Ygor Cortez

Nos últimos anos a Rede Municipal de Ensino de Araguaína oferece cerca de 1.200 vagas para jovens e adultos completarem o Ensino Fundamental

O vereador Ygor Cortez (PV) apresentou um requerimento para manter as aulas de jovens e adultos que fazem parte do EJA, permitindo que as aulas sejam ministradas à distância.

Por conta da pandemia, os alunos do Ensino de Jovens e Adultos (EJA) foi paralizado e, ao contrário das crianças e adolescentes do ensino regular, os alunos do supletivo não tiveram acompanhamento ou aulas virtuais.

A Educação de Jovens e Adultos (EJA) é uma modalidade de ensino que foi criada para as pessoas que, por qualquer motivo, não concluíram o ensino fundamental e/ou o médio na idade apropriada. 

O objetivo é de proporcionar a conclusão do Ensino Fundamental e Médio aos jovens e adultos que estão afastados da escola e desejam retomar aos seus estudos.

Nos últimos anos a Rede Municipal de Ensino de Araguaína oferece cerca de 1.200 vagas para a EJA, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Oferecer o ensino à distância para essas pessoas é garantir que eles completem seus estudos e tenham oportunidades melhores de trabalho.