Brasil

Casa dividida|| Deputado Sóstenes e Cezinha disputam comando da Frente Parlamentar Evangélica

A eleição está prevista para o início de 2021.

A eleição para comandar a Frente Parlamentar Evangélica em Brasília já possui dois postulantes ao cargo. Um é o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), que é tido como um parlamentar atuante na Casa de Leis, e que está sempre atento às pautas conservadoras. Ele é ligado ao deputado Silas Malafaia.

 

O outro postulante é o estreante na Câmara dos Deputados, Cezinha de Madureira, afilhado político do Bispo Samuel Ferreira, líder das Assembleias de Deus Madureira no Brasil.

 

Na última eleição para a presidência da Frente Evangélica, Cavalcante que tinha anunciado candidatura à presidência, abriu mão em prol do pastor Silas Câmara, atual presidente. Desta vez, Cavalcante anunciou novamente a intenção de assumir o comando da Frente que conta com mais de 100 parlamentares evangélicos na Câmara dos Deputados.

 

No entanto, ao que parece não será uma missão fácil. Cezinha de Madureira quer o comando da Frente, e afirmou à Folha de São Paulo, que não estaria disposto abrir mão para Sóstenes, entretanto, afirmou que pode conversar com Sóstenes.

 

"Deixa eu lhe falar, o estatuto [da Frente Parlamentar Evangélica], diz que é dois anos o mandato. Ele quer conversar, claro, que estou disposto. Parlamento é parlar, é conversar”, disse Cezinha de Madureira ao comentar a proposta de Sóstenes de dividir o mandato, ou seja, cada parlamentar ficaria um ano no comando da Frente.