Política

Cinthia Ribeiro exonera comissionados e retira funções gratificadas de servidores efetivos

Medidas foram publicadas em portarias no último Diário Oficial de 2020. Prefeitura afirmou que o objetivo é promover ajustes e não haverá prejuízo para a população.

A Prefeitura de Palmas publicou 15 portarias com exonerações no Diário Oficial de quinta-feira (31) de dezembro. Nas listas estão servidores comissionados que foram exonerados e servidores efetivos que perderam funções gratificadas. Segundo o município, as medidas se justificam pelo encerramento do exercício fiscal e a necessidade de promover ajustes na organização administrativa.

Grande parte dos exonerados exerciam funções de chefia e gerência, assim como assistentes de secretarias e gabinetes. Todas as portarias foram assinadas pelo secretário da Casa Civil, Edmilson Vieira das Virgens.

Foram exonerados cerca de 470 servidores comissionados ou contratados e mais de 220 servidores efetivos deixaram funções de gratificação. Confira o Diário Oficial.

"Nesse momento em que se encerra um mandato e se inicia outro, é propósito do novo mandato aperfeiçoar as boas práticas de gestão e a inovação de seus processos, tornando mais eficientes os serviços prestados à população pela Prefeitura e assegurando a boa aplicação dos recursos públicos”, informou em nota.

A Prefeitura afirmou ainda que não haverá prejuízo aos serviços prestados aos palmenses, uma vez que o município possui em seus quadros servidores que darão continuidade ao atendimento de sua competência.

Também afirmou que nas primeiras semanas de janeiro apresentará um plano de revisão de alguns cargos e funções para tornar a estrutura pública do município mais ágil, dinâmica e adequada à nova realidade de planejamento e disponibilidade financeira.