Colinas – Adriano Rabelo é condenado por causar dano aos cofres públicos

Colinas - Adriano Rabelo é condenado por causar dano aos cofres públicos
Destaque

O prefeito de Colinas do Tocantins, Adriano Rabelo, a ex-secretária de Administração Viviane Fernandes de Albuquerque, a secretária de Assistência Social e primeira-dama, Michela Almeida Cunha Rabelo e a Fundação de Comunicação Valença foram condenados pelo Tribunal de Contas do Estado a ressarcir os cofres públicos por procedimento de terceirização da folha de pagamento ocorrido sem licitação no valor de R$ 10.362.600,00.

Com a condenação Adriano Rabelo, Viviane Albuquerque e a Fundação Valença terão que ressarcir os cofres públicos, individualmente, no valor de R$ 602.328.05 e pagar multa de R$ 30.116,40, cada. A primeira-dama do município e Secretária de Assistência Social Michela Rabelo terá que ressarcir ao erário R$ 213.781,60 e pagar multa de R$ 10.689,08.

A denúncia partiu do vereador Leandro Coutinho que recebeu apoio de demais vereadores ao questionar o procedimento e o valor. "Estamos satisfeitos com nossa atuação porque é dever do vereador fiscalizar o Executivo. Estamos atentos cobrando uma gestão transparente para que não seja cometida nenhuma injustiça com o povo colinense".

O espaço está aberto para o prefeito comentar a decisão do Tribunal de Contas.

Baixar decisão