Criação da Capelania Evangélica Voluntária é aprovada na Câmara de Palmas

Com a pandemia do Coronavírus que, consequentemente, trouxe uma preocupação com o equilíbrio psicológico e social, se torna ainda mais necessária a atuação da Capelania que tem a missão de cuidar e zelar da sociedade, contribuindo intensamente para a saúde espiritual e emocional do ser humano.

Neste sentido, foi aprovado na Câmara de Palmas, nesta terça-feira (14) o projeto de lei do vereador Filipe Martins (PSDB) que cria Capelania Evangélica Voluntária em Palmas com a finalidade principal de prestar assistência espiritual através de visitas, estudos bíblicos e orações.

+ Após caso de abuso sexual infantil em banheiro unissex, vereador Filipe Martins pede celeridade em PL

“É um serviço de assistência religiosa que irá contribuir para o bem estar religioso e espiritual, com atuação nas áreas da guarda municipal, prisional, infantil, fúnebre, hospitalar, social, estudantil, esportiva, meio ambiente e pós-desastre ecológico”, explicou Filipe Martins.

Conforme a proposta, a atividade não trará custos aos cofres públicos, pois os futuros capelães serão voluntários. A sugestão é que o Executivo Municipal feche parcerias com as faculdades teológicas, seminários e igrejas evangélicas para o ingresso na Capelania de Palmas.

O PL seguirá agora para sanção da Prefeitura para se tornar lei.