Artigos

Dia do fotógrafo: o olhar através das lentes

O dia 8 de janeiroé reconhecido como a data que celebra o fotógrafo ou dia mundial da fotografia.Democrática e em um processo de constante evolução, a profissão encanta os queabraçaram a máquina como companheiras de trabalho e também os admiradores destaarte. Seja como carreira ou hobby, ambos expressam as emoções por meio daslentes das suas câmeras.

Após 20 anos deformação em Jornalismo, Tatiany Carvalho (43), se rendeu à paixão pelafotografia. O novo olhar da vida foi a principal conquista de um auto presente.Quando completou 40 anos, presenteou-se com uma câmera digital e, a partir daí,iniciou uma jornada pelos caminhos da arte, dando novo sentido à sua atuaçãoprofissional.

Aindaconsiderando-se iniciante, porém já completamente “apaixonada” pelo novo caminhoque vem trilhando no mercado, a jornalista fala sobre essa descoberta. “Emdeterminado momento na minha vida, tive a vontade de fazer uma comunicação maishumana, mais afetiva. Nas imagens, eu busco o outro, o que o move, faço umaimersão para entender a realidade de cada indivíduo”, conta. Em sua página @históriasdeafetos,criada para dar vasão a seus clicks, a jornalista desnuda almas através deimagens que misturam técnica e sensibilidade. 

Tambémjornalista e especializado em fotografia há duas décadas, João Alvarez (44)descobriu o interesse pelo mundo das imagens ainda na graduação, quandoparticipou das disciplinas de fotojornalismo. Experiente, João aconselha osrecém-chegados ao mercado de trabalho. “Primeiramente, precisa ter paixão. Agente namora, pega na mão e depois as coisas vão fluindo. As pessoas precisam estudarmenos a técnica e mais o olhar fotográfico”, diz.

Para quempretende iniciar ou se aperfeiçoar na fotografia, existem programas de bolsasde estudo, como o EducaMais Brasil, que tornam o investimento viável.Através de descontos nas mensalidades, que podem chegar até 70%, o Educa possuiparcerias em todo Brasil, fomentando a educação e contribuindo com a qualidadeprofissional e educacional de milhares de pessoas. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil