Eli Borges virou em cima de Cinthia Ribeiro na disputa pela Prefeitura de Palmas

Pesquisa da Lerigou Consultoria em Tecnologia (Gomes Comunicação) CNPJ: 121887520001/07, divulgada nesta quarta-feira, dia 21, mostra o candidato Eli Borges (SD) com 25% de preferência do eleitorado, liderando sobre a candidata à reeleição, Cinthia Ribeiro (PSDB) que aparece com 24%, na pesquisa estimulada em que são apresentados os nomes dos candidatos aos entrevistados. Os dois candidatos estão tecnicamente empatados, disputando voto a voto, dentro da margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

Chama atenção o alto índice de rejeição de Cinthia Ribeiro. 18% dos entrevistados disseram que não votaria nela de jeito nenhum. O segundo mais rejeitado pelos palmenses é Thiago Amastha Andrino (PSB), que registra 15% de rejeição. Marcelo Lélis (PV) fica em terceiro na rejeição do eleitorado palmense com 10%. Gil Barison (Republicanos) aparece logo em seguida com 9% de rejeição e Alan Barbieiro (Podemos) com 8%. Max Dornellys (PTC) é rejeitado por 7% e Vanda Monteiro (PSL) por 5%. Júnior Géo (PROS) e Joaquim Rocha (PMB) aparecem com 4% de rejeição. João Bazzoli (PSOL) registra 3%, mesmo percentual de Eli Borges. Do total de entrevistados, 11% não souberam responder e 3% não opinaram.

Empate técnico na pesquisa espontânea: Cinthia tem 24% das intenções de voto e Eli Borges 23%. A pesquisa aponta que 10% dos eleitores palmenses ainda não decidiram em quem vão votar nestas eleições. Esse é o índice verificado na pesquisa espontânea. O percentual cai para 7% na estimulada. Em ambos os cenários, 4% dos entrevistados responderam que não votariam em nenhum dos candidatos.

No geral a pesquisa mostra que Eli tem 25% das intenções de voto e Cíntha com 24%, configurando que o candidato do SD chegou firme e já não há mais diferença entre os dois. A candidata Vanda Monteiro tem 14% das intenções de voto, Marcelo Lelis 9%, Júnior Geo pontua com 8%, enquanto que Tiago Amastha Andrino aparece com 7%.

Na sequência, Gil Barison tem 2% e Max Dornellys 1%. Alan Barbiero, Joaquim Rocha e João Bazzoli não foram citados.

Na pesquisa estimulada, Vanda Monteiro permanece com 14%. Marcelo Lélis sobe para 9%. Júnior Geo mantém o índice de 8% e Thiago Amastha Andrino também continua com 7%. Alan Barbiero e Gil Barison aparecem com 1%. Max Dornellys, Joaquim Rocha e João Bazzoli não foram lembrados na pesquisa estimulada.

A pesquisa com a técnica quantitativa ouviu 2000 eleitores entre os dias 15 a 17 de outubro e foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO), sob o número TO-07865/2020. A margem de erro é de 4% para mais ou para menos e o intervalo de confiança é 95%. A pesquisa teve início no dia 15 e termino dia 17/10/2020/

Lerigou Consultoria em Tecnologia (Gomes Comunicação): CNPJ: 121887520001/07