Brasil

Joe Biden toma posse como presidente dos EUA nesta quarta

Democrata assume presidência em cerimônia cercada de segurança e sem a presença de Donald Trump.

Joe Biden se torna o 46º presidente dos Estados Unidos às 12h desta quarta (14 horas em Brasília), em uma cerimônia diferente, sem a tradicional multidão e sem seu antecessor.

Donald Trump deixou Washington DC logo cedo, e o público assiste online. Em vez dos habituais 200 mil convites, apenas mil foram distribuídos.

Os povo é substituído por cerca de 191.500 bandeiras, representando todos os estados e territórios, além de 56 pilares de luz. Eles cobrem desde o National Mall até a 13th Street.

O primeiro passo será o juramento, feito primeiro pela vice-presidente Kamala Harris e depois por Biden, na Fachada Oeste do Capitólio. E então o presidente faz seu primeiro discurso oficial e assina seus primeiros decretos.

O hino nacional será cantado por Lady Gaga, amiga de longa data de Biden, apoiadora de sua campanha eleitoral e sua parceira em uma campanha contra violência sexual em 2017.

Em seguida, presidente e vice, ao lado de seus cônjuges, irão passar tropas em revista, acompanhados de líderes militares na Fachada Leste. A passagem de tropas em revista é uma tradição militar que reflete a transferência pacífica de poder para um novo comandante-chefe, cargo ocupado pelo presidente.

A parada seguinte é uma visita ao cemitério militar de Arlington, onde Biden e Harris terão a companhia dos ex-presidentes Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton para depositar uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido.

A tradicional parada, na qual o presidente e a primeira-dama desfilam perante uma multidão no trajeto entre o Capitólio e a Casa Branca também sofre alterações em 2021.

O desfile de Joe e Jill Biden será transmitido e poderá ser acompanhado online. O casal fara um trecho a pé e terá a companhia de representantes de todos os ramos das forças armadas.

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, planeja assinar uma série de ordens executivas assim que assumir o poder na quarta-feira (20). Os detalhes destas medidas estão começando a ser revelados.

Biden emitirá decretos para reverter os vetos à imigração e retornar ao Acordo de Paris sobre mudança climática em seu primeiro dia na Casa Branca, noticia a mídia americana.

O presidente eleito também deve ter como objetivo a reunificação de famílias separadas na fronteira dos EUA com o México e ordenará medidas sobre o uso de máscaras contra Covid-19.

O presidente tomará posse nesta quarta-feira sob estritas medidas de segurança.

 

Com informações G1.com