Tocantins

Jornalista defende ampliação do número de participantes nos cultos das igrejas de Araguaína

O jornalista e gestor público Ricardo JM falou em um vídeo divulgado nas redes sociais na manhã desta terça-feira, 07, sobre a necessidade de a prefeitura de Araguaína ampliar, vida decreto, o número de fieis que podem participar dos cultos presenciais. O prefeito Ronaldo Dimas liberou no dia 06 de junho, por meio de decreto, a realização de cultos presenciais limitando a quantidade de 40 participantes, independentemente do tamanho do templo.

+ Jornalista comemora retorno dos cultos presenciais em Araguaína: ‘sociedade é quem ganha’

+ Na Band, jornalista cristão defende reabertura gradual de cultos presenciais em Araguaína

"Queremos pedir ao prefeito Ronaldo Dimas que libere de acordo com a capacidade dos assentos do templo religioso. Tem igrejas aqui que cabem 600 pessoas, outras 500, 400, 200, então o ideal seria que a gestão liberasse de acordo com a capacidade dos assentos do templo religioso. Gostaríamos de sugerir humildemente ao prefeito Ronaldo Dimas que libere entre 30% a 40%", disse Ricardo.

Para o jornalista, tal pedido se faz devido ao trabalho essencial prestado pelas igrejas em todos os lugares. Por meio de aconselhamento, orações e outras atividades, as igrejas têm feito uma grande diferença na sociedade em meio a esta pandemia, mesmo sendo em muitos lugares proibidas até mesmo de abrirem suas portas.

"Prefeito, esse povo pratica uma obra social extraordinária. Aonde muitas das vezes nem o Estado nem o município conseguem chegar", pontuou.

Ricardo citou várias outras cidades e estados do país onde os decretos flexibilizaram as realizações de cultos presenciais limitando a presença entre 30% a 50% da capacidade do templo.

Assista: