Katia Abreu emite nota em favor da vacina contra Covid-19

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária. 

À tribuna, em discurso, senadora Kátia Abreu (PDT-TO).

Foto: Beto Barata/Agência Senado
Brasil

Redação JM Notícia

A senadora Kátia Abreu emitiu uma nota à imprensa fazendo esclarecimentos sobre a polêmica envolvendo o governo federal e o governo de São Paulo sobre a vacina contra Covid-19.

A parlamentar tocantinense é a favor da vacina chamada pelo presidente Jair Bolsonaro de "vacina chinesa" e diz na nota que a tecnologia sim é chinesa, mas que será uma vacina brasileira.

Saiba + Bolsonaro se opõe à compra da vacina chinesa: “O povo brasileiro não será cobaia”

Leia na íntegra:
NOTA DE ESCLARECIMENTO

Me atrevo a dar explicações sobre a vacina contra Covid-19:
1°- Não compraremos vacinas da China. Compraremos a tecnologia da vacina.
2° - A vacina será produzida no Brasil pelo renomado Instituto Butantan e possivelmente a iniciativa privada no país.
3°- Instituto Butantan fabrica há 20 anos a vacina contra a gripe que é usada no país inteiro por quase 30 anos.
4°- Uma vacina para ser aprovada tem que passar por testes nível 1, nível 2 e nível 3 que indicará produção finalmente.
5°- A Anvisa que deve dizer se poderemos usar a vacina. O Brasil necessitará de mais de 400 milhões de doses. Cada pessoa tem que tomar 2 doses em 20 dias.
6°- O Butantan tem capacidade de produzir 76 milhões de doses e a Fiocruz mais 40 milhões de doses. Então necessitaremos da união de forças com iniciativa privada para produzir 400 milhões de doses.
7°- Esse tema não pode ser politizado. Ninguém pode se aproveitar desta situação tão séria em benefício individual. Ministério da Saúde e Institutos Butantan e Fiocruz serão fundamentais.

“Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, Fernando Pessoa.

Abraço da Senadora Katia Abreu