Tocantins

Ministério Público denuncia homem acusado de jogar santinhos na frente de colégio em eleição suplementar

Da Redação JM Notícia

O Ministério Público Eleitoral ofereceu denúncia em desfavor de João Carlos Lima Neto, conhecido como Patiu, acusado de crime de propaganda eleitoral irregular por lançar diversas propagandas eleitorais partidárias (santinhos) em frente a uma escola da zona rural da cidade de peixe. A ação foi flagrada em 03 de junho, no dia da votação para eleição suplementar no Estado.

Segundo consta nos autos, João Carlos Lima prestava serviços como colaborador eleitoral do candidato Mauro Carlesse, quando testemunhas oculares o flagraram, a bordo de um veículo, arremessando na via pública vários santinhos do candidato ao governo do Estado, inclusive na frente de uma escola onde ocorreu a votação.

Para o Promotor da 20ª Zona Eleitoral, Mateus Ribeiro, há indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva, podendo ser afirmado que o acusado praticou o ato popularmente conhecido como boca de urna, crime previsto no artigo 39, § 5º, inciso III, da Lei 9.504/97.