Opositor de Trump defende que crianças de 8 anos possam mudar de sexo

O candidato à presidência dos Estados Unidos da América (EUA) Joe Biden declarou na última quinta-feira (15) seu apoio a crianças de oito anos de idade que queiram mudar de sexo. A afirmação foi realizada ao vivo, quando ele foi questionado sobre o assunto por uma eleitora:

+ Brasil e EUA concluem acordos para facilitação de investimentos

“A ideia de uma criança de oito ou dez anos de idade decidir ‘quero ser transgênero. É isso o que eu acho que gostaria de ser. Isso faria minha vida ser muito mais fácil’. Deveria haver zero discriminação quanto a isso”.

“Transgênero” é uma pessoa que se identifica com um gênero (homem ou mulher) diferente daquele em que nasceu. De acordo com essa declaração de Biden, ele acredita que uma criança pequena tem a capacidade de decidir mudar de gênero – o que pode incluir alterações nos documentos, na forma de se vestir e até mesmo operação de mudança de sexo.

Especialistas discordam

A declaração de Biden apoiando crianças que decidam se tornar “trans” levantou protestos não apenas nos Estados Unidos, como também em outros países. Isso acontece, em grande parte, porque acreditar que crianças pequenas possam tomar tal decisão vai contra a própria Ciência, que Biden diz defender.

O professor universitário e chefe da seção de psiquiatria infantil e adolescente da Universidade de Louisville Allan Josephson, por exemplo, declarou há alguns meses, durante debate educacional realizado em Washington (capital dos EUA), que crianças e adolescentes não têm formação intelectual suficiente para tomar uma decisão tão drástica em suas vidas:

“Crianças pequenas não têm a capacidade de fazer escolhas sobre identidade sexual, assim como não têm a capacidade de dirigir um carro ou fazer a escolha de ir para a cama no horário”.

Ou seja, o que o professor deixa claro é que, assim como uma criança de oito ou dez anos não é capaz de, por exemplo, escolher o alimento de melhor qualidade nutricional para o almoço, tampouco ela consegue saber se realmente quer ser transgênero ou não.

“É o trabalho dos pais ajudar seus filhos a aprenderem essas coisas à medida que se desenvolvem”, afirmou Josephson.

Há, inclusive, um estudo realizado no Reino Unido comprovando que abordar esse tema com crianças pequenas faz com que elas desenvolvam confusão de identidade de gênero.

As eleições nos EUA acontecem no dia 03 de novembro. Na ocasião, os eleitores decidirão se Donald Trump dará continuidade ao seu trabalho na presidência do país. Ou se Biden, o candidato da esquerda, tomará seu lugar.

(Com Universal)