Tocantins

Ordem de Serviço para construção do Hospital Geral de Araguaína é assinada pelo Governador; R$ 30 milhões estão sendo destinados

A Ordem de Serviços para a retomada das obras do HGA foi assinada pelo Governador nesta quinta-feira, 11

Foi assinado nesta quinta-feira, 11, pelo governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, a Ordem de Serviços para a retomada das obras do Hospital Geral de Araguaína (HGA) e projetou a entrega da primeira etapa em 15 meses. A solenidade foi realizada no canteiro de obras do HGA, localizada no Jardim dos Ipês, com a presença do prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues, e de autoridades políticas e agentes públicos da região.

 

A obra está dividida em três etapas e, para a primeira fase, estão sendo destinados R$ 30 milhões do orçamento do próprio Estado. De acordo com o governador Mauro Carlesse, o reinício da obra só foi possível em virtude das medidas de ajustes fiscais para reduzir gastos e enquadrar o Estado na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o que culminou na recuperação da capacidade de investimentos do Governo do Tocantins.

 

"O resultado é esse: o Hospital Geral de Araguaína é uma de nossas prioridades e um compromisso nosso com essa região. Pretendemos entregar a primeira etapa em 15 meses”, garantiu. O Governador também mencionou que foi graças às medidas duras, mas necessárias, que estão sendo realizados outros investimentos importantes para o desenvolvimento do Estado, como as obras do Hospital Geral de Gurupi da ponte de Porto Nacional.

 

Ainda em 2020, o governador Mauro Carlesse determinou a retomada das obras das secretarias da Saúde (SES) e da Infraestrutura, Cidades e Habitações (Seinf), bem como, a utilização de recursos próprios do Orçamento no valor de R$ 30 milhões.

 

Sobre a retomada das obras do HGA, o secretário da Saúde, Edgar Tollini, afirmou que a unidade vai contar com 38 mil metros quadrados de área construída e vai mudar a realidade de toda a região. Na oportunidade ele fez um balanço das ações de saúde no Estado e garantiu que, depois de seis anos parada, ainda neste semestre será inaugurada a Unidade de Alta Complexidade em Araguaína, que representa a independência total no tratamento de câncer no Tocantins. "Isso é o que tem que ser feito: começar, terminar e entregar. Em curto espaço de tempo a saúde tem caminhado muito no Estado", garantiu. 

 

O prefeito da cidade, Wagner Rodrigues, também ressaltou a importância da obra para a região. "Essa obra é muito importante para a nossa Araguaína e para toda a região Norte do Tocantins. Reconheçamos a grandeza dessa obra. Obrigado governador Mauro Carlesse", agradeceu o gestor, em nome dos demais prefeitos presentes no evento.

 

O presidente da Assembleia Legislativa, Antônio Andrade, destacou que o Governador está lançando a maior obra da gestão em Araguaína é uma das maiores do Estado, e que isso é reflexo da organização do Governo. "É resultado de organização e planejamento, que conseguiu equilibrar as contas públicas, enquadrar o Estado na Lei de Responsabilidade Fiscal e realizar os investimentos. Vamos transformar Araguaína e o Tocantins em um canteiro de obras", enfatizou.

 

O vice-governador Wanderlei Barbosa destacou que o HGA é uma obra regional que vai beneficiar, inclusive, os Estados vizinhos. "É uma unidade que vai atender até os nossos irmãos maranhenses, paraenses e de outros estados", comentou. 

 

HGA

O Hospital Geral de Araguaína foi orçado inicialmente em R$ 160 milhões. Quando concluído contará com  400 leitos hospitalares, que serão subdivididos da seguinte forma: 120 leitos para clínica médica, 87 para leitos de cirurgia, 70 para leitos de ortopedia, 11 para leitos de psiquiatria, dois para leitos de obstetrícia, dois para leitos de pediatria, 28 para leitos para especialidades diversas, 60 para leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 20 para leitos de Unidade de Cuidado Intermediário; além de Pronto-Socorro e setores de oncologia, de diálise, laboratórios e área administrativa.