Panfleto convoca carreata nesta terça (19): "Araguaína não pode quebrar"

Panfleto convoca carreata nesta terça (19):
Tocantins

Circula nas redes sociais uma convocação para uma carreata com o lema "Araguaína não pode quebrar". A Polícia Militar informou que vai intervir para evitar aglomeração de pessoas e garantir o cumprimento da determinação do Governo do Estado.

A carreta está prevista para às 16h desta quarta-feira (20). Conforme o planfleto apócrifo, a concentração será em frente ao Detran de Araguaína, na Avenida Filadélfia.  

A população de Araguaína exige mais leitos de UTI e Hospitais de Campanha. Mais transparência. Mais preservação do emprego. Menos demissões e volta ao trabalho”, diz o panfleto.

Conforme o anúncio, a carreata deve percorrer a Rua 1º de Janeiro, passando pelo centro da cidade, indo até o Entroncamento e depois retorna pela Marginal Neblina e finaliza na Via Lago.

A convocação da carreata surge no momento que Araguaína registra sete mortes por Covid-19 e 631 casos confirmados da doença. Tanto o Governo do Estado quanto a prefeitura baixaram medidas restritivas para tentar conter o contágio próximo ao pico da pandemia.

PM VAI INTERVIR

Diante da previsão da carreata, a PM informou que vai intervir para evitar a aglomeração.  A informação foi confirmada pela reportagem na manhã desta terça-feira (19) junto ao 2º Batalhão da Polícia Militar em Araguaína.

"A PM vai intervir, se isso acontecer. O decreto [de lockdown] impede a questão da aglomeração e também condiciona uma série de restrições para qualquer deslocamento em área pública. Então, a gente tem todo o plano jurídico favorável para qualquer intervenção nesse sentido", assegurou o comandante do 2º BPM,  Tenente-Coronel Valdeonne Dias da Silva.

O decreto de lockvdown do Governo do Estado determina o fechamento de todas as atividades não essencias em 35 cidades do Tocantins, incluindo Araguaína. Também proíbe a circulação de veículos e pessoas, com exceção a idas em supermercados, farmácias e trabalhadores de empresas que fornecem serviços essenciais.

(Com informações do Araguaína Notícias)

Saiba + Governo Carlesse decreta lockdown em Araguaína e nas cidades do Bico do Papagaio