Brasil

Prefeito de Curitiba mandou fechar igrejas, mas permitiu abertura dos shoppings

O pastor Silas Malafaia criticou um decreto publicado pela Prefeitura de Curitiba, liderada por Rafael Greca (DEM), que liberou o funcionamento de alguns estabelecimentos como shoppings, restaurantes e lanchonetes, mas determinou o fechamento de igrejas e templos religiosos (Confira aqui).

O decreto, do dia 15 de junho, já foi alterado (Confira aqui), mas ainda assim a realização de missas e cultos religiosos coletivos estão proibidos, só podendo ser realizados pela internet ou em sistema drive in.

+ ‘Brasil viverá dias de prosperidade ‘ após a pandemia, diz Silas Malafaia

Ainda de acordo com o novo documento, a prefeitura permitiu que as igrejas e templos realizem somente atendimentos individuais, obedecendo as recomendações de distanciamento, e trabalhos administrativos.

Alerta de perseguição

Quem criticou o decreto do prefeito foi o pastor Silas Malafaia. O líder evangélico disse que Greca age com perseguição contra os religiosos e pediu que o segmento não vote nele na próxima eleição.

"Isso é uma tremenda de uma safadeza", criticou o pastor.

Assista: Link