Senado aprova indicação de Kassio Nunes Marques para o Supremo Tribunal Federal

Redação JM Notícia

Nesta quarta-feira (21), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal aprovou, por 22 votos a 5, a indicação do desembargador Kassio Nunes Marques para uma vaga no Supremo Tribunal Federal, aberta com a aposentadoria de Celso de Mello.

A reunião da CCJ terminou após cerca de 9 horas e perguntas de mais de 30 senadores. Os mais diferentes assuntos foram abordados para definir se Nunes está apto para asssumir uma cadeira na Suprema Corte.

O tema aborto foi mencionado pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE). O indicado foi breve, limitando-se a responder que analisa com razoabilidade a questão e que "o Poder Judiciário já muito provavelmente exauriu todas as hipóteses".

"O meu lado pessoal eu deixei bem claro na minha apresentação: sou um defensor do direito à vida e tenho razões pessoais para isso. Se eventualmente for necessário, até o fim posso expor questões familiares, questões pessoais, experiências por mim vividas. A minha formação é sempre em defesa do direito à vida", afirmou.

Após ser aprovado pela CCJ, foi a vez do Plenário do Senado votar e Nunes Marques conseguiu 57 votos favoráveis, 10 contrários e 1 abstenção. Sendo assim, ele assumirá como ministro do Supremo Tribunal Federal.