Senado enviará comissão à Angola para verificar situação de pastores da Universal

Sessão deliberativa remota (SDR) do Senado Federal realizada a partir da sala de controle da Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen). Ordem do dia. 

Três medidas provisórias de mitigação dos impactos econômicos decorrentes da pandemia de corona
Brasil

O Senado aprovou nesta quarta-feira (15) um requerimento extrapauta, apresentado pelo senador Nelsinho Trad (PSD-MS), para a criação de uma comissão externa temporária, como quatro titulares e quatro suplentes, para verificar no prazo de 30 dias a situação de pastores e bispos da Igreja Universal em Angola — eles estariam sofrendo perseguições nesse país.

+ Revolta contra a Igreja Universal gera morte e crise diplomática na África; entenda

— Nunca vi uma situação dessas. Brasileiros sendo ameaçados até de morte. Angola é considerado um país irmão nosso e não podemos admitir uma situação como essa — afirmou Nelsinho Trad, que é presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado (CRE).

Como Angola impôs restrições à entrada de estrangeiros no país devido à pandemia de covid-19, o Senado irá aguardar a respectiva liberação para definir a visita da comissão de senadores.

Fonte: Agência Senado