Brasil

Venda de bens de traficantes aumentou arrecadação do Fundo Antidrogas

O Fundo Nacional Antidrogas (Funad) dobrou a sua arrecadação em 2019, ano em que foi sancionada a Lei 13.886, que facilita a venda de bens apreendidos em operações de combate ao narcotráfico, tendo chegado ao montante de R$ 91 milhões.

A proposta foi enviada pelo Executivo por meio de medida provisória (MP 885/2019) e aprovada pelo Senado em outubro. Para a senadora Simone Tebet (MDB-MS), a nova lei faz justiça ao agilizar os leilões e permitir que equipamentos que antes ficavam parados por meses aguardando destinação possam ser utilizados pelas próprias forças de segurança no combate ao crime organizado.

Esse números são resultados da política de segurança pública do Governo Bolsonaro, que tem como ministro da Justiça e Segurança Pública, o ex-juiz Sérgio Moro.

(Com Agência Senado)