Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Omissão de mudança de sexo pode entrar em hipóteses de anulação do casamento

Avatar

Publicado

em

Da redação

Dra. Soraya Manato: objetivo da proposta é evitar conflitos judiciais intermináveis

O Projeto de Lei 5445/19 inclui, entre as hipóteses de anulação do casamento, a omissão, por parte de um dos cônjuges, da condição de transgenitalização, que por sua natureza torne insuportável a vida do cônjuge enganado com a impossibilidade de o casal ter filhos biológicos. A proposta, da deputada Dra. Soraya Manato (PSL-ES), tramita na Câmara dos Deputados.

Como exemplo, Soraya cita o caso de alguém do sexo masculino que tenha realizado cirurgia de transgenitalização para se adequar ao sexo feminino. “Essa pessoa manterá relacionamentos com parceiros do sexo masculino, tornar-se-á noiva, contrairá matrimônio e constituirá família. Digamos que essa informação seja omitida ao cônjuge varão durante todo o período anterior e posterior ao matrimônio. Este vê todos os seus sonhos de constituição de família com filhos biológicos do casal se esvaírem. Os transtornos psicológicos causados a esse cidadão não podem mais ser reparados”, afirma Soraya Manato.

Pela proposta, o prazo para entrar com a ação de anulação do casamento, a contar da data da celebração, será de três anos. Em caso de coação ao casamento, esse prazo será de quatro anos.

O texto altera o Código Civil, que hoje permite a anulação do casamento em razão de desconhecimento de crime cometido por um dos cônjuges antes do casamento ou ainda de doença transmissível capaz de colocar em risco a saúde do outro cônjuge ou de sua descendência, entre outras hipóteses.

Defeito físico
Outra possibilidade de anulação é a omissão por um dos cônjuges de defeito físico irremediável que não caracterize deficiência. Soraya Manato, no entanto, não acredita que essa previsão seja suficiente no caso de mudança de sexo. Isso porque, diz, os tribunais entendem que a abrangência dos defeitos físicos para anulação do casamento são apenas os de natureza sexual: impotência, sexo dúbio, deformidades genitais e anomalias sexuais.

“Muitos dos portadores desses ‘defeitos’ estão hoje optando pela transgenitalização e tornando obsoleta a norma que prevê defeito físico irremediável. Com isso, poderemos vislumbrar um futuro de conflitos judiciais intermináveis e com sérios prejuízos para considerável leva de cidadãos de boa-fé”, pondera a deputada.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

(Com Câmara)

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo59 minutos atrás

Prêmio internacional de pesquisa em neurobiologia está com inscrições abertas

Valor da premiação é de US$25 mil

Brasil/Mundo7 horas atrás

Em discurso do Dia Nacional da Oração, presidente Joe Biden não menciona Deus

Deus não foi mencionado nenhuma vez em todo o discurso do presidente norte-americano

Brasil/Mundo7 horas atrás

Ministério da Saúde envia mais 3,9 milhões de vacinas da AstraZeneca/Oxford para todo o país

Destas, 27.100 serão destinadas ao Estado do Tocantins

Brasil/Mundo23 horas atrás

CCJ rejeita projeto sobre impeachment de ministro do STF que usurpasse poder do Congresso

Em seu parecer, a relatora Chris Tonietto criticou o "ativismo judicial" do STF afirmando que o Estado brasileiro sofre um...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Programa oferece especialização gratuita na área de Tecnologia da Informação

O programa Santander Universidades disponibiliza 50 mil bolsas de estudos para especialização na área de Tecnologia da Informação. Interessados em...

Brasil/Mundo1 dia atrás

Brasil só pode comprar vacinas da Pfizer após aprovação da Lei 14.125/21

Presidente do Senado foi autor do projeto que viabilizou a compra de 100 milhões de doses

Brasil/Mundo1 dia atrás

Prouni, Fies e Sisu já possuem cronograma para o 2º semestre

Veja as datas de inscrições para esses três programas de acesso às universidades

Brasil/Mundo2 dias atrás

Parlamentares cristãos na Suíça suspendem lei de casamento gay até realização de referendo

Segundo uma pesquisa realizada em 2020 pelo grupo LGBTQ+ Pink Cross, mais de 80% dos suíços apoiam o casamento gay

Brasil/Mundo2 dias atrás

Inep define período de justificativa de ausência do Enem

Entre os dias 17 e 28 de maio interessados poderão realizar procedimento

Brasil/Mundo2 dias atrás

Jovem armado com faca invade escola e mata quatro pessoas no Oeste de SC

Três alunos e uma professora foram vítimas do ataque

Publicidade