Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Operação Código Reverso: PF prende hackers suspeitos de desviar R$ 10 milhões de contas

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

Grupo agia no Tocantins e em três outros estados

Por decisão do Juiz Federal João Paulo Abe, da 4ª Vara Federal de Palmas (TO), na manhã desta quarta-feira (21), a Polícia Federal executou a operação “Código Reverso”. Foram expedidos sete mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária, além da notificação de 12 pessoas para prestarem esclarecimentos. Também foram cumpridos 26 mandados de busca e apreensão nos Estados de São Paulo, Pernambuco, Tocantins e Goiás. Em apenas seis meses, a suposta quadrilha causou um prejuízo de mais de R$ 10 milhões.

Após investigações realizadas pela Polícia Federal, foi apurado que um grupo de hackers realizava de maneira sistemática e bem coordenada, furtos mediante fraude, praticados por meio da internet.

Valendo-se de sites sofisticados, hospedados em servidores com proteção contra ataques de negação de serviço (Distributed Denial of Service – DDoS), os investigados contaminavam os computadores das vítimas com arquivos maliciosos que permitiam o acesso remoto de seus computadores. Após a obtenção da senha de acesso ao serviço de internet banking da vítima, os agentes realizavam o pagamento de boletos diversos, com desconto, recebendo, em contrapartida, cerca de 50 a 60% do valor do título em espécie, sempre mediante depósito bancário.

Em favor de apenas um dos investigados, entre 1º de fevereiro de 2017 e 31 de julho do mesmo ano, foram realizados 217 depósitos bancários, oriundos de 46 cidades diferentes, o que lhe permitiu ganhos da ordem de R$ 2.141.848,20, em apenas cinco meses, sendo que o agente declarou ao Fisco a renda de apenas um salário mínimo.

Código Reverso

A operação foi batizada de Código Reverso em razão da análise do Código Fonte do malware distribuído pelo grupo. Peritos Criminais Federais analisaram o arquivo e o executaram em um ambiente controlado, ocasião em que descobriram o local para o qual os dados estavam sendo enviados. Após decisão judicial de quebra dos sigilos telemáticos dos investigados, os eventos criminosos foram descobertos.

Durante as investigações, foi constatado que os hackers envolvidos no esquema mantinham contato regular com hackers baseados na Rússia, dos quais obtiveram listas de endereços eletrônicos e ferramentas de envio em massa de mensagens que direcionavam para sites maliciosos pertencentes ao grupo criminoso. Também foram identificados contatos regulares com empresas baseadas em Hong Kong, especializadas no envio em massa de mensagens SMS – Short Message Services, com links que direcionavam para sites pertencentes ao grupo.

Além do pagamento de boletos com ativos financeiros subtraídos das contas das vítimas, os investigados também realizavam compras pela internet, valendo-se de documentos falsos, ou do nome de pessoas já falecidas. Neste caso, o endereço de entrega era estrategicamente posicionado em locais próximos aos centros de distribuição das empresas, a fim de que, por ocasião da comunicação do estorno do pagamento do boleto, pela instituição financeira, a mercadoria adquirida já tivesse sido entregue aos investigados.
Também constam dos autos indícios da criação de empresas fantasmas, para a contratação de empréstimos que jamais seriam adimplidos, além de lavagem de capitais. Parte dos recursos obtidos ilicitamente foi utilizada para a compra de criptomoedas (bitcoins), providência capaz de dificultar seu rastreamento e eventual bloqueio por parte das autoridades.

Crimes

Os investigados poderão responder pelos crimes de furto qualificado, associação criminosa, falsificação e uso de documento público (art. 155, §4º, inciso II, art. 288, art. 297 e 304, todos do Código Penal) e lavagem de capitais (art. 1º da Lei 9.613), cujas penas podem ir de dois a dez anos de prisão, além de multa e obrigação de ressarcir as vítimas e as instituições financeiras lesadas por estas condutas.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo2 horas atrás

MEC destina R$344,6 milhões às instituições federais

Os recursos serão aplicados em custeio e manutenção das instituições e, também, direcionados ao Programa Nacional de Assistência Estudantil

Brasil/Mundo5 horas atrás

Filho de 16 anos da cantora Walkyria Santos se suicida após sofrer ataques no TikTok

Lucas Santos foi alvo de homofobia no TikTok após gravar vídeo fingindo que iria beijar um amigo da escola

Brasil/Mundo5 horas atrás

E-Cidadania: Senado quer saber se brasileiros desejam voto impresso auditável

Votações na enquete não interferem na decisão do relator que, neste caso, é o senador Humberto Costa (PT-PE)

Brasil/Mundo21 horas atrás

Escritora norte-americana comenta personagem trans em Muppet Babies: “Conduzem crianças à disforia de gênero”

Candence Owens publicou trecho do desenho onde a personagem Piggy encontra um sapato de cristal e Gonzo então se apresenta...

Brasil/Mundo24 horas atrás

Símbolo satânico: Coleção especial do All Star traz um pentagrama

Novidade tem gerado grande polêmica não apenas no Brasil, mas também nos EUA com várias pessoas criticando a marca

Brasil/Mundo1 dia atrás

Violência psicológica contra a mulher passa a ser crime no Brasil

O crime pode ocorrer por meio de ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, chantagem, ridicularização e outros

Brasil/Mundo1 dia atrás

Após protestos em todo Brasil pelo voto impresso auditável, TSE mira Bolsonaro e abre inquérito

Barroso rebateu as declarações do presidente Jair Bolsonaro, sem mencioná-lo, e voltou a garantir que o processo eletrônico é seguro. 

Brasil/Mundo2 dias atrás

ADENOM se prepara para realizar a 13ª Conferência de Avivamento e Missões em Novo México – Vila Velha

A Igreja fica na rua Rosa de Ouro, número 470- em frente a praça do bairro.

Brasil/Mundo2 dias atrás

Sisu 2021.2: inscrições começam nessa terça (03)

Programa disponibiliza vagas de graduação em universidades públicas

Brasil/Mundo2 dias atrás

Manifestação pelo voto impresso lota Avenida Paulista

O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve no evento e falou ssobre a perseguição política contra conservadores; Assista