Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Pastor alerta fieis para examinarem pregações: “devemos imitar os bereanos”

Publicado

em

Por Oscar Amaechina 

No livro de Atos, Lucas elogiou os cristãos bereanos por sua busca pela verdade, usando a Palavra de Deus como padrão. Ele observou que os bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses porque estavam dispostos a ouvir o Evangelho e ansiosos por pesquisar nas escrituras a veracidade do que o apóstolo Paulo lhes ensinou (Atos 17:11). Sua sabedoria os protegia de falsos ensinos, e isso os capacitava a andar na luz da verdade da Palavra de Deus.

A taxa em que os falsos ensinos, outros evangelhos e perversões das escrituras estão dominando o púlpito atualmente, exige atenção urgente para a prática dos cristãos bereanos. Todo cristão que deseja sobreviver ao ataque violento da perversão diabólica da Bíblia nos dias de hoje, deve comparar o que está sendo ensinado em nossas reuniões hoje e o que a Bíblia realmente diz. Os ensinos em nossas igrejas devem ser comparados com a Palavra revelada de Deus. Isso se tornou imperativo por causa das confusões doutrinárias e perversões hermenêuticas nas igrejas hoje.

Em algumas igrejas africanas, os pastores pregam mensagens sem abrir a Bíblia. Histórias, fábulas e promessas são distribuídas aos adoradores sem o respaldo das escrituras. Adivinhações apelidadas de “profecias” tomaram conta de nossos púlpitos. Práticas culturais mundanas se tornaram predominantes, e os adoradores não se importam mais em saber o que a Bíblia diz e como os apóstolos dirigiam a igreja primitiva. Os cristãos bereanos não dependiam dos apóstolos para saber; eles pesquisaram as escrituras por si mesmos, comparando e contrastando o que foram ensinados e o que a Palavra de Deus disse.

Existem tantos falsos mestres no púlpito atualmente. Sua principal tarefa é perverter o Evangelho e atrair os cristãos genuínos a andar nas trevas. Eles falam a língua da Bíblia, mas seu vocabulário é completamente diferente. Está se tornando cada vez mais difícil diferenciar os falsos ministros dos genuínos. Os ensinos dos falsos mestres se tornaram tão populares que a genuína pregação bíblica é agora difamada como falsa porque falta carisma e não atrai aplausos congregacionais.

Devemos abandonar os falsos ensinos antibíblicos e permitir que o Espírito Santo nos prepare no conhecimento das coisas de Deus: “Mas a unção que dele recebestes permanece em vós, e não necessitais que alguém vos ensine: mas como o a mesma unção vos ensina todas as coisas e é verdade e não é mentira; e assim como ela vos ensinou, nEle permanecereis ”(1 João 2:27).

Esta é a provisão que Deus fez para nós porque Ele sabia que virá um tempo em que muitos falsos profetas existirão. Ele defendeu que devemos confiar no Espírito Santo para nos ensinar, porque Ele é verdadeiro e não mente.

Há pessoas nas igrejas hoje cujo mandato é executar uma agenda totalmente satânica diluindo o Evangelho e recrutando homens e mulheres ignorantes para aceitá-lo como uma verdade divina.

Na igreja de Filipos, Paulo reconheceu esse tipo de pessoa a quem chamou de inimigos da cruz de Jesus Cristo e alertou os crentes genuínos para evitá-los. De acordo com Paulo, eles eram muitos, seu fim era a destruição, seu Deus era seu ventre, sua glória estava em sua vergonha e suas mentes estavam nas coisas terrenas (Filipenses 3: 18-19).

Sem pesquisar as escrituras, eu não teria rejeitado o cristianismo sem cruz – uma doutrina vendida a mim por meus mentores anteriores – e não teria abraçado a cruz. O mistério da cruz foi revelado a mim por meio de pesquisa bíblica, pelo poder do Espírito Santo, e eu percebi que o crescimento cristão é experimentado por meio do estudo pessoal da Palavra, que evolui para um relacionamento pessoal formidável com Deus.

Por muitos anos não tive crescimento até começar a estudar a Bíblia com o Espírito Santo como meu professor. Percebi que preciso negar a mim mesmo, carregar minha cruz e seguir Jesus se quiser ser Seu discípulo.

Nestes tempos desafiadores, não acho que seja certo que os crentes dependam totalmente dos homens para o crescimento espiritual. O homem que você vê com autoridade pode estar operando sob falsa unção ou foi orientado por falsos mestres, mesmo sem saber disso. Tomemos emprestada uma folha dos cristãos bereanos e examinemos as escrituras sob a tutela do Espírito Santo.

É a única maneira de avaliar adequadamente a verdade ou falsidade do que alguém nos diz sobre Deus e Seus caminhos.

Postado originalmente em The Christian Post

Oscar Amaechina é o presidente da Rede Afri-Mission and Evangelism , Abuja, Nigéria. Seu chamado é levar o evangelho aonde ninguém nunca tenha pregado nem ouvido falar de Jesus. Ele é o autor do livro Mystery Of The Cross Revealed  

PUBLICIDADE