Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Mundo Cristão

Pastora trans abre igreja inclusiva no centro de São Paulo

Ela foi criada em família evangélica, se afastou e se voltou para a fé após sofrer muito preconceito e pensar em tirar a própria vida

Publicado

em

A cidade de São Paulo sedia a primeira igreja trans do Brasil, uma denominação aberta pela paraense Jacque Chanel, uma mulher trans que foi ordenada pastora.

Liderando a Igreja Trans ICM Séforas, Chanel realizará cultos todas as segundas-feiras no centro da capital paulista, atraindo a comunidade LGBTQ+.

Há oito anos ela frequenta a ICM (Igreja da Comunidade Metropolitana), uma denominação inclusiva que tem vários membros da comunidade gay e em maio deste ano foi ordenada pastora.

“Eu não tenho a menor dúvida de que sou um instrumento de Deus e de que as pessoas conseguem ver a luz de Jesus em minha vida”, disse ela o Universa, dizendo que liderou um trabalho de evangelismo para a comunidade.

Chanel relatou na reportagem que cresceu em lar cristão, foi abandonada por sua mãe aos 13 anos e ficou morando com um pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular em Belém (PA) até completar 19 anos.

Aos 30, ela se mudou para a cidade de São Paulo para trabalhar como cabeleireira. As dificuldades e o preconceito sofridos a fizeram pensar em suicídio, foi quando ela se voltou novamente para a fé. “Busquei forças em Deus, e se não fosse Ele, não estaria mais aqui”, testemunha.

PUBLICIDADE