Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

PM de Alagoas exonera subcomandante que defende Bolsonaro e ataca opositores nas redes sociais

Um dia após a exoneração, o militar publicou uma foto no Facebook e escreveu: “Entre o louco e o corrupto, fico com o louco”

Publicado

em

A Polícia Militar de Alagoas exonerou o tenente-coronel Marcos Vanderlei após uma publicação em suas redes sociais ao lado de Jair Bolsonaro durante visita do presidente ao estado em 13 de maio.

Subcomandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC), Vanderlei aparece na foto abraçando o presidente que estava sem máscara e havia uma aglomeração em volta.

Em suas redes sociais, o subcomandante confirmou a exoneração e disse que ela foi motivada por questões políticas, pois ele defende Bolsonaro e critica o governo estadual e também o senador Renan Calheiros, pai do governador.

“Segundo o Comandante Geral da Polícia Militar de Alagoas a determinação (para a exoneração) partiu do Palácio dos Palmares (sede do governo estadual) com o pretexto que minhas publicações nas redes sociais são contrárias ao governo e ao senador Renan Calheiros, além de ser favorável do Presidente Bolsonaro e sua gestão”, escreveu Vanderlei.

Um dia após a exoneração, o militar publicou uma foto no Facebook com os dizeres: “ninguém é apaixonado por Bolsonaro, somos apaixonados pelo que ele defende: Deus, pátria e família!”. E acrescentou: “Entre o louco e o corrupto, fico com o louco”.

PUBLICIDADE