Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

No TO, prefeito e primeira-dama são presos em operação da Polícia Federal

Ricardo Costa

Publicado

em

O prefeito e a primeira-dama de Goiatins, norte do estado, foram presos durante a Operação Bagration da Polícia Federal nesta quarta-feira (27). Eles são suspeitos de integrar uma organização criminosa que atuava no desvio de recursos públicos. Segundo a PF, a suspeita é de que os prejuízos causados aos cofres da União sejam de aproximadamente R$ 10 milhões.

policiaO portal G1 disse que tentou contato com o prefeito, mas até a publicação da reportagem os telefonemas não foram atendidos. A PF informou que eles estão sendo levados para a delegacia de polícia em Araguaína nesta manhã.

A Polícia Federal informou que 110 agentes cumprem 60 mandados judiciais no Tocantins e no Maranhão. Deste total, nove são de prisão preventiva, quatro de prisão temporária, 17 de busca e apreensão, 28 de condução coercitiva, 12 de arresto de bens imóveis e bloqueio de ativos e seis de sequestro de gado [retenção de algo, por ordem judicial, quando houver dúvida sobre a origem desse bem], em Goiatins, Araguaína, Guaraí, Itacajá, Palmas e Carolina (MA), no povoado de Helenópolis.

A investigação foi iniciada no ano passado. Segundo a PF, o grupo tem como integrantes o prefeito da cidade, a primeira-dama, secretários da Fazenda, da Saúde, de Recursos Humanos, contadores, dentre outros servidores.

A polícia disse que eles são suspeitos de falsificar contracheques de servidores conhecidos como “laranjas”, os quais eram utilizados para a obtenção de empréstimos
consignados perante Instituições financeiras.

Na maioria dos contracheques falsificados constava o cargo de professor de nível fundamental, cujos salários são pagos com recusos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Polícia Federal está atuando no caso porque os recursos supostamente desviados são federais.

A polícia informou que no decorrer das investigações foram constatados diversos crimes praticados, como desvio de recursos públicos, crimes eleitorais, fraudes em licitações, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo a PF, a organização atua desde 2012 quando o atual prefeito de Goiatins assumiu a gestão.

G1 TO

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo14 horas atrás

Juiz cita ‘discriminação religiosa’ e nega pedido para afastar secretário responsável por Lei Rouanet

“É um claro ato de discriminação religiosa, como bem ressaltou o juiz Itagiba Catta Preta”, afirmou.

Brasil/Mundo14 horas atrás

Ex-secretário de Comunicação é acusado de mentir na CPI da Pandemia

Renan Calheiros chegou a pedir a prisão em flagrante de Wajngarten, que falava na condição de testemunha

Brasil/Mundo14 horas atrás

Prouni: estudantes têm até hoje (13) para entregar documentos e não perder a vaga

Documentação precisa ser apresentada à instituição de ensino a qual o candidato pretende estudar

Brasil/Mundo1 dia atrás

Presidente de Convenção dispara criticas contra pastor por ordenar mulheres ao pastorado

A igreja criticada por JD Greear é a igreja fundada pelo pastor Rick e Kay Warren

Brasil/Mundo2 dias atrás

Líderes negros denunciam racismo sistêmico na principal clínica de aborto dos EUA

Democratas e republicanos assinam o documento que mostra que mais negros são mortos pelo aborto, mesmo sendo minoria no país

Brasil/Mundo2 dias atrás

Hamas ataca Israel com mais de 1.000 foguetes e cria caos em várias cidades

Conflitos geraram várias mortes de israelenses e de palestinos e aumentam a tensão entre os países do Oriente Médio

Brasil/Mundo2 dias atrás

Em Curitiba, Marcha para Jesus acontecerá no próximo sábado (15) em formato de carreata

O grupo entregou ao prefeito a camiseta da marcha que neste ano tem como tema o versículo bíblico “Agora, pois,...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Sugestão Legislativa quer tornar crime ensino da ideologia de gênero nas escolas

Senadores devem discutir se a sugestão é constitucional

Brasil/Mundo3 dias atrás

Hamas lança foguetes contra Israel que revida

País respondeu com ataques aéreos em Gaza e há pelo menos 20 mortos entre os palestinos,

Brasil/Mundo3 dias atrás

Pastor diz que “igreja brasileira deixou de ser preparada para a perseguição”

Para o pastor Geremias Coutro, é necessário que a igreja volte a tratar do assunto com a máxima urgência.

Publicidade