Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Prefeitura designa músicos da guarda para atuar na ronda extensiva; Inspetor fala em desvio de função

Publicado

em

Da Redação JM Notícia

Por meio do Decreto nº 1.164, de 17 dezembro de 2015, publicado no Diário Oficial, a Prefeitura de Palmas,  suspendeu as atividades da “Banda de Música da Guarda Metropolitana. A suspensão das atividades é por tempo indeterminado.

De acordo com o decreto, os  Guardas Músicos serão designados, pela secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil, para atender às necessidades da Superintendência da Guarda Metropolitana de Palmas,  desenvolvendo  atividades as atividades de cunho preventivo, tais como: I – Guardião Escolar; e II – Guarda Quarteirão.

guardametrpolitanba

Músicos são designados para atuarem na segurança pública

Para o Inspetor Isaias Lima da Silva, ex-chefe da Banda de Música da Guarda Metropolitana, o que a gestão fez, por meio do decreto, foi legalizar um erro: “Temos uma lei especifica para os músicos, fizemos concursos para atuarmos como músico, e não atuarmos em ronda ostensiva” disparou.

Isaias Lima ainda afirmou, que o decreto da gestão municipal está equivocado: “Ele está equivocado, somos músicos, um decreto não pode sobrepor uma lei da categoria”. O Inspetor disse que apesar do desvio de função, os músicos receberam preparo para atuar como guardas municipais.

Vereadores comentam

O vereador Major Negreiros, afirmou ao JM Notícia, que o decreto  é uma forma da Prefeitura propor mais segurança pública aos moradores da capital. “ Eles receberam capacitação profissional para atuarem, para desenvolver estas atividades”.

Lúcio Campelo diz que Amastha cobra da população mas não cumpre suas obrigações como empresário

Vereador Lúcio Campelo (PR)

Já o vereador Lúcio Campelo (PR),   afirmou que o prefeito de Palmas estaria descumprindo a Lei Orgânica do Município, além disso a carga horária dos músicos deverá aumentar de 30 para 40 horas semanais. ‘O ato é ilegal e de improbidade administrativa. A Lei Municipal 042 diz que o efetivo da banda fez concurso para tocar música. Estão cometendo um desvio de função e o prefeito está legalizando o erro através de um decreto publicado no diário oficial’, disparou o parlamentar.

Campelo disse ao JM Notícia que está juntando documentos para solicitar, junto ao Ministério Público Estadual, para barrar essa ilegalidade. Segundo ele, o Sindicato da Guarda Metropolitana também estaria entrando com ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) para tentar reverter à situação.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo1 hora atrás

Covid-19: 20 milhões de brasileiros estão com a segunda dose da vacina atrasada

Índice de pessoas completamente vacinadas contra a doença já teria passado dos 80% do público-alvo, caso não houvesse atraso na...

Brasil/Mundo23 horas atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo2 dias atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo3 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Por reclamarem de banheiro coletivo unissex, Joana Prado e Vitor Belford perdem patronício

A empresa foi pressionada por internautas para romper contrato com o casal; usuários da rede alegam de "transfobia"

Brasil/Mundo4 dias atrás

Pesquisa aponta profissão de professor como a mais confiável entre a população

Foram ouvidos de 19 mil entrevistados com idades entre 16 e 74 anos em diferentes países

Brasil/Mundo4 dias atrás

Auxílio Emergencial pode ser prorrogado até 2023 com valor de R$ 250

Prorrogação deve ser feita devido a demora na aprovação do Auxílio Brasil no Congresso Nacional

Publicidade