Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Brasil/Mundo

Prefeitura faz varredura nas margens de ribeirão onde manchas verdes apareceram

Publicado

em

Polícia Civil verifia poluição em trecho do lago de Palmas — Foto: Divulgação/SSP

Equipes da Prefeitura de Palmas começaram a percorrer nesta quinta-feira (12) as margens do Ribeirão Taquarussu Grande e também do Córrego Machado tanto na zona rural quanto na área urbana da capital. Profissionais da Fundação do Meio Ambiente e da Guarda Metropolitana Ambiental estão realizando a operação, que foi batizada de ‘Água Limpa’.

O objetivo é identificar se alguma das propriedades que ficam no entorno da bacia está realizando alguma atividade que pode prejudicar a qualidade da água. Foi no ribeirão Taquaruçu que apareceram manchas verdes que a Polícia Civil diz que pode ter sido causada pelo despejo de esgoto.

+ Poluição no lago de Palmas preocupa parlamentares que pressionam BRK Ambiental

Desde o início da crise, a BRK afirma que não há relação entre as algas encontradas no Ribeirão Taquarussu e o esgoto tratado pela concessionária. As equipes da prefeitura estão procurando, entre outras coisas, por pontos de lançamento irregular de esgoto.

Equipes vão percorrer propriedades na zona rural e na área urbana — Foto: Regiane Rocha/Prefeitura de Palmas

Também estão sendo verificadas situações como se há sinais de queimadas no local, se a propriedade realiza extração mineral ou possui fossa séptica e se possui coleta de resíduos sólidos, por exemplo. Ainda não houve a autuação de nenhuma irregularidade. Ao todo, 16 guardas metropolitanos e três técnicos estão participando do trabalho.

As manchas

Durante investigação, a Polícia Civil constatou que um trecho do lago de Palmas está poluído. Os policiais foram até o local após denúncias. Segundo o delegado de repressão a crimes contra o meio ambiente Marcelo Santos Falcão Queiroz, a suspeita é que a poluição esteja relacionada ao despejo de esgoto e outros fatores.

A equipe da delegacia especializada foi até o trecho do lago, acompanhada de um perito criminal. Durante a ação, eles constataram que a cor esverdeada da água está relacionada com a grande quantidade de algas (cianobactérias), no trecho entre Bertaville e o condomínio Mirante do Lago.

Segundo Queiroz, a exposição a essas algas pode causar irritação na pele e olhos. Além disso, seu consumo pode provocar distúrbios gastrointestinais e intoxicação. A recomendação é que, pelo menos no trecho investigado, a população deve evitar o banho e consumo da água.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

Brasil/Mundo13 horas atrás

Governo Federal anuncia o Auxílio Brasil de R$ 400 até o final de 2022

O número de beneficiários será ampliado em relação ao Bolsa Família e deve chegar a 16,9 milhões de famílias

Brasil/Mundo1 dia atrás

Inscrições para cursos gratuitos do Google encerram nessa sexta (22/10)

As capacitações são na área de tecnologia e começam nesse ano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Censura: Instagram retira ‘recurso de links’ de perfis conservadores

Internautas falam de perseguição política e tentativa de censura

Brasil/Mundo3 dias atrás

Lego anuncia brinquedos sem gênero para influenciar crianças “contra o preconceito”

Para a marca, acabar com o “estereótipos nocivos” vai ajudar as crianças a não serem preconceituosas

Brasil/Mundo3 dias atrás

Por reclamarem de banheiro coletivo unissex, Joana Prado e Vitor Belford perdem patronício

A empresa foi pressionada por internautas para romper contrato com o casal; usuários da rede alegam de "transfobia"

Brasil/Mundo3 dias atrás

Pesquisa aponta profissão de professor como a mais confiável entre a população

Foram ouvidos de 19 mil entrevistados com idades entre 16 e 74 anos em diferentes países

Brasil/Mundo3 dias atrás

Auxílio Emergencial pode ser prorrogado até 2023 com valor de R$ 250

Prorrogação deve ser feita devido a demora na aprovação do Auxílio Brasil no Congresso Nacional

Brasil/Mundo3 dias atrás

Psicóloga Marisa Lobo comenta sobre Round 6: “banaliza a perversidade”

A série tem recebido críticas em vários países do mundo

Publicidade