Conecte-se conosco
[the_ad id="107359"]

Tocantins

Prof. Júnior Geo questiona locação de aeronaves por R$ 32,9 milhões para o gabinete do governador

O Tocantins foi criado e as estradas de acesso aos municípios continuam abandonados”

Publicado

em

Indignado com a situação precária das estradas de acesso aos municípios, sobretudo à direita do Rio Tocantins, o deputado estadual Professor Júnior Geo (PROS) questionou o abandono da malha viária e a licitação de R$ 32,9 milhões para locação de helicóptero e aeronaves para uso do gabinete do governador.

 Sem necessidade

 “Qual a necessidade desse gasto vultoso para locar um helicóptero e duas aeronaves? O governador vai utilizar três aeronaves ao mesmo tempo ou é também para transportar comitivas?” – Questionou o deputado Professor Júnior Geo argumentando também que, no processo licitatório “não existe nenhuma UTI móvel para o cidadão nessa época de pandemia, por que?” – Protestou o parlamentar.

 Investir melhor

“Por que esse dinheiro não é investido em pavimentação e melhoria das estradas esburacadas do Tocantins? Assim, o governador não precisará de aeronaves para chegar aos municípios e sim poderá trafegar nas estradas de acesso” – argumentou o deputado, afirmando que este é o momento de cuidar dos tocantinenses que estão muito sofridos em função da pandemia e de toda a precariedade das estradas e das instituições públicas de saúde.

Norte goiano

 “O abandono da malha viária, sobretudo dos municípios à direita das margens do Rio Tocantins, nos faz lembrar o antigo Norte de Goiás que somava problemas e faltava atenção do antigo governo. O Tocantins foi criado e as estradas de acesso aos municípios continuam abandonados” –  lamenta Geo, citando os municípios: Taipas, Recursolândia, Mateiros, Lizarda, Itacajá, Araguacema, Goianorte, Campos Lindos, São Félix, Centenário, Rio Sono, entre outros.

Frente Parlamentar

Na semana passada, o deputado Professor Júnior Geo requereu a instituição da Frente Parlamentar em defesa da pavimentação e melhorias das estradas que estão em estado precário de tráfego.

PUBLICIDADE