Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

Proposta de Fachin ‘tenta excluir as pessoas de fé do debate público’, alertam juristas

Avatar

Publicado

em

Valmir Nascimento e William Douglas. Foto: EdiçãoJM

Os professores e juristas William Douglas e Valmir Nascimento Milomem criticaram a proposta do ministro Edson Fachin que sugeriu na última semana criar a partir das eleições deste ano de 2020, a categoria de abuso de poder religioso e que esta possa levar à cassação de mandato. 

Em artigo publicado no site Correio Brasiliense os autores, ambos evangélicos, apontaram os erros e perigos da proposta de Fachin, que já foi contestada por líderes evangélicos no Tocantins, alvo de nota contrária por parte da Anajure e da Frente Parlamentar, além de ser chamada de preconceituosa pelo pastor Silas Malafaia.

+ Fachin vota por enquadrar homofobia como crime de racismo; CGADB fala em “ameaça à liberdade religiosa”

Perigosa, a proposta de Fachin é mais uma tentativa do sistema de excluir o segmento religioso da política e principalmente deixar fora desta os valores e princípios cristãos.

Confira os principais trechos do artigo:

Contrário à Constituição

O crime de abuso de autoridade religiosa afronta a Constituição, que tem como um de seus fundamentos, no artigo 1º, o pluralismo político e inclui, entre os direitos e garantias individuais, no artigo 5º, que “ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política”

Preconceituosa

A tese do abuso religioso é eivada de uma visão equivocada, que tenta excluir as pessoas de fé do debate público. O Estado é laico, não laicista.

Perseguição religiosa

A tipificação do ilícito eleitoral em face somente dos religiosos também seria flagrante discriminação, uma perseguição religiosa. Não há debates dessa natureza sobre outros setores. 

Caminho errado para punição dos abusos

É preciso coibir as propagandas irregulares dentro dos templos, os eventuais abusos de poder econômico e de meios de comunicação, quando usados pela religião. Mas isso deve ser feito dentro das regras eleitorais, não com a criação de um tipo específico que resultará apenas em criminalização da fé.

William Douglas é professor e juiz federal e Valmir Nascimento é professor e conselheiro do IBDR 

Publicidade

Últimas notícias

Brasil/Mundo2 dias atrás

Canal conservador obtém liminar contra YouTube para republicar vídeos excluídos

O material havia sido retirado sob o argumento de supostamente conter “informações médicas incorretas” e por violação aos termos de...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Na pandemia, compras on-line cresceram 41%, aponta estudo

Consultor explica como o Marketing Digital pode ajudar no crescimento do seu negócio

Brasil/Mundo3 dias atrás

Prêmio internacional de pesquisa em neurobiologia está com inscrições abertas

Valor da premiação é de US$25 mil

Brasil/Mundo3 dias atrás

Em discurso do Dia Nacional da Oração, presidente Joe Biden não menciona Deus

Deus não foi mencionado nenhuma vez em todo o discurso do presidente norte-americano

Brasil/Mundo3 dias atrás

Ministério da Saúde envia mais 3,9 milhões de vacinas da AstraZeneca/Oxford para todo o país

Destas, 27.100 serão destinadas ao Estado do Tocantins

Brasil/Mundo4 dias atrás

CCJ rejeita projeto sobre impeachment de ministro do STF que usurpasse poder do Congresso

Em seu parecer, a relatora Chris Tonietto criticou o "ativismo judicial" do STF afirmando que o Estado brasileiro sofre um...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Programa oferece especialização gratuita na área de Tecnologia da Informação

O programa Santander Universidades disponibiliza 50 mil bolsas de estudos para especialização na área de Tecnologia da Informação. Interessados em...

Brasil/Mundo4 dias atrás

Brasil só pode comprar vacinas da Pfizer após aprovação da Lei 14.125/21

Presidente do Senado foi autor do projeto que viabilizou a compra de 100 milhões de doses

Brasil/Mundo5 dias atrás

Prouni, Fies e Sisu já possuem cronograma para o 2º semestre

Veja as datas de inscrições para esses três programas de acesso às universidades

Brasil/Mundo5 dias atrás

Parlamentares cristãos na Suíça suspendem lei de casamento gay até realização de referendo

Segundo uma pesquisa realizada em 2020 pelo grupo LGBTQ+ Pink Cross, mais de 80% dos suíços apoiam o casamento gay

Publicidade