Conecte-se conosco

Brasil/Mundo

“Que caia o principado maligno na Venezuela”; pastores brasileiros apoiam mudança

Publicado

em

Da redação JM

Juan Guaidó é o novo presidente da Venezuela. Foto: Reprodução

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela e líder da oposição, Juan Guaidó, se declarou nesta quarta-feira (23) presidente interino do país e foi reconhecido pelos governos do Brasil e dos Estados Unidos, entre outros.

Brasil reconhece o Senhor Juan Guaidó como Presidente Encarregado da Venezuela”, disse o Itamaraty, em nota, acrescentando que “apoiará política e economicamente o processo de transição para que a democracia e a paz social voltem” ao país vizinho.

O governo do ditador Nicolás Maduro, porém, não reconhece o parlamento liderado por Guaidó, que tem maioria opositora.

A declaração aconteceu durante manifestação de opositores ao governo de Nicolás Maduro em Caracas. Chavistas também saíram às ruas para manifestar apoio a Maduro.

Pastores brasileiros se manifestam

Após o anúncio na tarde desta quarta-feira sobre a mudança no comando da presidência no país venezuelano, pastores e líderes do Brasil foram às redes sociais demonstrar seu apoio.

Confiram:

Meu apoio ao povo Venezuelano. Que Maduro e seu chavismo sejam banidos daquele país” – Renato Vargens;

Que Juan Guaidó seja reconhecido mundialmente como presidente interino da Venezuela” – Marco Feliciano, que disse também “Abaixo Ditador Maduro!;

“”Orando realmente para que caia o principado maligno na Venezuela. É inaceitável que um país tão rico, grande produtor de petróleo, seja dominado por uma ideologia do inferno, que vem deixando o povo na miséria tendo que lutar para sobreviver.” – Jabes Alencar;

Todo apoio ao povo venezuelano! Que nojo sinto do PT ao saber que esse partido ajudou a levantar esse ditador.” – Teólogo Gutierres Siqueira

Na internet, dezenas de outros influentes líderes evangélicos do Brasil apoiam e oram para que a nação venezuelana seja liberta da opressão após anos vividos debaixo da ditadura chavista.

AGROTINS 2021

Últimas notícias

Brasil/Mundo10 horas atrás

Bolsonaro diz que vai vetar ‘passaporte sanitário’ para vacinados contra a Covid

Texto foi aprovado no Senado e seguirá para a Câmara dos Deputados

Brasil/Mundo2 dias atrás

Levantadora de pesos diz que a presença de atletas trans tornará o jogo olímpico “injusto”

Laurel Hubbard já competia nos campeonatos masculinos até que em 2013 se tornou mulher trans

Brasil/Mundo2 dias atrás

PM de Alagoas exonera subcomandante que defende Bolsonaro e ataca opositores nas redes sociais

Um dia após a exoneração, o militar publicou uma foto no Facebook e escreveu: "Entre o louco e o corrupto,...

Brasil/Mundo2 dias atrás

Benjamin Netanyahu deixa o cargo de primeiro-ministro de Israel

Novo premiê foi eleito pelo parlamento israelense após acordos políticos

Brasil/Mundo2 dias atrás

Biden hasteia a bandeira LGBT na embaixada dos EUA no Vaticano e é criticado

Entre os críticos está o pastor Franklin Graham que entendeu a decisão como um desrespeito ao simbolismo religioso do Vaticano

Brasil/Mundo2 dias atrás

Mandato de Benjamin Netanyahu chega ao fim em Israel

É a primeira vez que o partido árabe Ra’am fará parte oficialmente do governo, que terá apoio de uma coalização...

Brasil/Mundo3 dias atrás

Doria cumpre o que prometeu e multa Bolsonaro por andar sem máscara em ‘motociata’

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também foram multados

Brasil/Mundo5 dias atrás

Vídeo: Pastor Wellington Júnior recebe forte profecia de que irá enfrentar muitos levantes

"Agora esse é o momento meu filho, em que tu às de assumir muitas responsabilidade na minha obra", disse a...

Brasil/Mundo5 dias atrás

Liminar ordena a suspensão da Lei do Aborto na Argentina por inconstitucionalidade

Ação movida por um cidadão resultado na liminar assinada na cidade de Mar del Plata

Brasil/Mundo6 dias atrás

Câmara aprova urgência para projeto que institui federações de partidos políticos

Pelo projeto, após registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atuem como se fosse uma agremiação única